Filhos assassinam o pai para defender a mãe

Foto: Luiz Fernando

Uma tragédia familiar foi registrada na primeira hora deste sábado (27), na Rua Armando Ognibene, região do Jardim Brasil, tendo como vítima Adão Custódio Mendes, de 45 anos de idade, assassinado pelos próprios filhos: Tiago Rodrigues Mendes, de 24 anos, e seu irmão adolescente de 17 anos. A ocorrência foi atendida pelos policiais militares Gonçalves e Trovão.

Descreve o Boletim de Ocorrência (BO) confeccionado pelo delegado Geraldo Franco Pires, que Adão Mendes estava discutindo com sua mulher Adriana no interior da casa quando passou a agredi-la com socos e pontapés. Ela correu para o quintal e o homem a agarrou pelo pescoço com o intuito de enforcá-la.

Para defender a mãe, o filho Tiago apanhou um pedaço de pau e desferiu golpes contra as costas e cabeça do pai, tentando fazer com que largasse a mulher, mas mesmo assim ele a manteve presa pelo pescoço. Foi, então, que o adolescente apanhou uma faca e desferiu golpes contra o corpo do pai, que veio a falecer no local.

Mesmo com o pai caído desfalecido no chão os filhos não fugiram do local do crime e aguardaram a chegada da PM, que os encaminhou ao Plantão Permanente onde foram enquadrados em crime homicídio pelo delegado plantonista.

Tiago disse que agressões de seu pai contra a mãe não eram comuns, mas nas últimas semanas havia mudado a atitude por estar pagando o conserto de um carro. “Ontem ? noite (sexta-feira) ele havia bebido e estava discutindo com minha mãe. Logo depois da meia-noite passou a agredi-la e ela correu para fora ele passou a enforcá-la. Tentei apartar e cheguei a dar pauladas na sua cabeça, mas ele estava descontrolado e não largava minha mãe. Cheguei a quebrar o pau na cabeça dele. O meu irmão também veio em socorro de minha mãe e deu facadas nele. Se não tivesse morrido ele teria matado nossa mãe”, conta Tiago Mendes.

O adolescente se mostrou arrependido de ter tirado a vida do próprio pai. “Foi aquele momento em que a gente não pensa em nada e perde a cabeça. Nunca poderia imaginar uma coisa dessas. Eu só queria defender a minha mãe que estava sendo enforcada”, defendeu-se o garoto, lembrando-se de um fato semelhante quando seu pai o havia ameaçado. “Eu era mais novo e ele me agarrou pelo pescoço ameaçando cortar minha garganta com uma faca e minha mãe veio me defender. Agora aconteceu o contrário e fui eu que defendi minha mãe que estava sendo enforcada e acabou acontecendo isso”, disse.

Tiago Mendes foi recolhido ? Cadeia Pública de Botucatu, onde permanece ? disposição da Justiça. Já o adolescente foi encaminhado ? cadeia transitória de Itatinga para, oportunamente, ser internado em uma Fundação do Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente (CASA). Segundo apurou a PM, o homem assassinado conta com um homicídio em sua ficha criminal.