Falsário tenta ludibriar mulher com golpe do celular

A polícia informa que a grande maioria destes golpes que oferecem prêmios tem como finalidade abastecer de créditos celulares utilizados por criminosos dentro das prisões

 

Ao final da tarde desta quinta-feira os guardas civis municipais inspetor Belo e Marcos registraram uma tentativa de “golpe do celular”  na região central da cidade.  A vítima, uma mulher de 36 anos, estava muito nervosa no interior de uma farmácia na Rua Amando de Barros e a gerente do local ficou desconfiada que ela poderia estar sendo vítima de golpistas.

Diante dos fatos a GCM foi acionada através do telefone 199 e durante averiguação foi contatado, que ela havia recebido uma mensagem em seu telefone celular informando que teria ganhado um prêmio de R$35.000,00, sendo que R$19.000,00 já estavam na conta dela e o restante só iria ser depositado, após a vítima se dirigir a uma casa lotérica com a importância de R$1.000,00, que provavelmente os golpistas iriam pedir a ela para realizar recargas de celular pré-pago. Os guardas orientaram a mulher a procurar uma delegacia para futuras investigações sobre o fato.

A polícia informa que a grande maioria destes golpes que oferecem prêmios tem como finalidade abastecer de créditos celulares utilizados por criminosos dentro das prisões. Também os golpistas costumam  pedir dados pessoais da vítima, quase sempre como condição para liberação dos supostos prêmios. Existem casos mais graves onde os falsários simulam o sequestro de algum membro da família da vítima. A recomendação é quando uma pessoa receber uma ligação suspeita deve comunicar a polícia.