Estupros contra duas crianças estão sendo investigados

Foto – Divulgação/Ilustrativa

 

Como o caso está sob investigação, a Polícia Civil não divulgou o nome das pessoas envolvidas e outros detalhes como  o endereço onde teria ocorrido o fato registrado como averiguação de estupro de vulnerável, tendo como vítimas duas crianças de 7 e 9 anos de idade, respectivamente.

De acordo com o que foi apurado até o momento essas crianças moram com a mãe numa casa alugada que fica nos fundos da residência principal. O proprietário de 33 anos, teria molestado as crianças que relataram o caso para a mãe que fez a denúncia. Na versão das crianças o acusado sempre que fica sozinho com elas passa a mão em suas partes íntimas.

As crianças passaram pelo exame de corpo de delito e não foram constatadas lesões que poderiam caracterizar uma agressão sexual. Entretanto, pela nova lei do estupro não é necessário que  a conjunção carnal seja consumada. Basta que o criminoso passe a mãos nas partes intimas da vítima, independente da idade. Nesse caso específico  crime é agravado por ter envolvimento de crianças. O acusado nega ter cometido o crime e está em liberdade.