Empreiteiro que baleou pedreiro se entrega à polícia

Fotos: Luiz Fernando

Na manhã desta quarta-feira (9), assistido pelo advogado Gustavo Bilo, o empreiteiro Geraldo Rodrigues dos Santos Filho, de 24 anos, conhecido como Alemão, que estava sendo procurado por acusação de crime de homicídio tentado ocorrido no início da noite de segunda-feira (7), na Rua João Dartora, Distrito de Rubião Júnior, se entregou à polícia. A vítima foi o pedreiro Leandro de Barros, de 34 anos de idade, que recebeu um tiro de espingarda na perna esquerda, depois de uma discussão entre as duas partes.

Aponta o relatório policial que Alemão teria contratado Barros para fazer um serviço em uma casa acertando o preço em R$ 1.800,00. Posteriormente, houve divergência sobre o valor e os dois homens passaram a discutir. Sem acordo o pedreiro foi até a casa onde havia feito o serviço e derrubou a parede com uma marreta.

Alemão se revoltou e deslocou-se até a casa de Barros e ambos voltaram a discutir. Foi então que Alemão usando uma espingarda disparou um tiro contra o pedreiro, atingindo sua perna. Após os disparos o autor fugiu e a vítima foi encaminhada ao Pronto Socorro (PS) do Hospital das Clínicas (HC), onde permaneceu internada.

Em sua versão Alemão disse que havia contratado Barros para o serviço pelo valor de R$ 1.800,00 e deu R$ 800,00 de entrada. Pagaria os outros R$ 1.000, quando o trabalho fosse concluído o que, segundo ele, não aconteceu e (o serviço) havia sido feito pela metade. Ele foi cobrar pelo trabalho e passaram a discutir. Alemão alega que Barros partiu para cima dele e para se defender pegou uma espingarda que estava no carro (um Celta) e atirou contra a perna do oponente. “Não tive a intenção de acertar e dei o tiro para o chão, mas acabou acertando a perna dele”, justifica.

Depois de prestar depoimento, Alemão foi liberado e deverá responder o processo em liberdade já que não foi preso em flagrante e ele colaborou com a polícia se entregando espontaneamente e apresentou a arma do crime.