Em protesto, moradores interditam rodovia com fogo

Fotos: Luiz Fernando

Ao final da tarde desta terça-feira (6), moradores da região Sul da Cidade onde estão localizados os bairros como o Jardim Aeroporto, 24 de Maio, Residencial Maria Luiza e Santa Maria I e II, Santa Cecília, Cedro, entre outros interditaram a Rodovia Gastão Dal Farra ateando fogo em pneus, em protesto contra a falta de segurança.

O protesto dos moradores gerou um congestionamento de veículos e a situação só foi normalizada com a chegada do Corpo de Bombeiros que controlou o incêndio e limpou a pista, para que os carros voltassem a trafegar normalmente. Também estiveram no local agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) e Polícia Militar (PM).

De acordo Elaine Lopes, diretora da Associação de Moradores do Parque 24 de Maio e adjacências, os moradores daquela região da Cidade esperam há vários meses uma solução por parte do Departamento de Estrada de Rodagem (DER) e Concessionária Rodovias Tietê, que são as responsáveis pela manutenção na rodovia para melhorar o fluxo de veículo.

“Aqui nessa estrada o fluxo de veículo é muito grande, principalmente, pela manhã e ? tarde, o mesmo horário de entrada e saída dos alunos das duas escolas públicas que temos aqui. Os moradores querem evitar que acidentes de grandes proporções venham a acontecer, pois muitos motoristas trafegam em velocidade acima do normal e fazem manobras perigosas”, disse Elaine.

A facilitadora comunitária, Irene Cardoso, ressalta que aquela região da Cidade teve um crescimento muito grande nos últimos anos e já foi discutido no ano passado uma parceria entre o DER, Rodovias Tietê e Prefeitura Municipal para a duplicação do trecho mais urbanizado da rodovia, com 5 km que vai do viaduto da Marechal Rondon (logo na saída da Avenida Itália) até as imediações da EMEF Elda Moscogliato (antiga Cesp).

“Temos bairros dos dois lados da pista e são necessários investimentos que permitam o escoamento de veículos em condições seguras do tráfego que se intensificou muito na região e vai aumentar ainda mais com os investimentos que estão sendo feitos pelo Poder Público. Por isso, é necessário que seja feita a duplicação. É isso que os moradores estão esperando do DER e Concessionária, que são os responsáveis pela rodovia” disse Irene.