Dupla é presa após cometer assaltos em Botucatu e Bauru

Uma ação desencadeada pela Polícia Militar de Bauru resultou na prisão de dois indivíduos, apontado como autores de diversos crimes de roubo à mão armada ocorridos em diferentes regiões da Cidade de Botucatu. O último crime da dupla em Botucatu aconteceu na noite de sábado, na Cohab I. Todos os crimes foram cometidos de forma semelhante, ou seja, a dupla abordou as vítimas armados com facas, anunciando o assalto para levar dinheiro e outros objetos de valor.

Na manhã do domingo por volta das 07h30 horas a dupla efetuou um assalto a um senhor de idade que estava saindo de um caixa eletrônico na Rua Duque de Caxias, região central. Logo após, pela Rua Araujo Leite a dupla rendeu outra pessoa, um empresário também de idade que estacionava seu veiculo para entrar em seu restaurante.

Os meliantes agrediram as vitimas enforcando o pescoço. Após os assaltos as vitimas fizeram contato via Comando Operacional da Polícia Militar (Copom) aonde as viaturas fizeram diligências e encontraram os dois escondidos em uma casa próximo ao local do assalto.

De posse das informações  os policiais militares de Bauru fizeram contato com os agentes de Botucatu e uma equipe da Delegacia de Investigações Gerais  (DIG) se deslocou até  aquela cidade e os meliantes confessaram a autoria de seis roubos em Botucatu. Foi feito o reconhecimento através de fotos sendo reconhecidos.  Os dois ladrões residem no Bairro do Monte Mor, em Botucatu. São eles: Márcio Ferreira da Silva, 32 anos, conhecido como “Baiano” e um adolescente de 14 anos de idade.

Ao serem abordados pela polícia bauruense os dois fugiram entrando em uma residência e pularam diversos muros das casas vizinhas.  Os ladrões só foram detidos após o adolescente cair em uma piscina, de onde precisou ser retirado por um dos PMs. Quando recebeu voz de prisão Baiano simulou estar tendo uma ataque epilético e mobilizou equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e médicos do Pronto-Socorro Central (PSC), mas a farsa foi descoberta.

Os dois foram levados para a Central de Polícia Judiciária (CPJ), sendo autuados em flagrante por roubo. Baiano foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Bauru, enquanto o adolescente permaneceu à disposição da Vara da Infância e da Juventude. O Boletim de Ocorrência (BO) foi confeccionado pelo delegado José Dornelles.