Dupla armada assalta paciente no campus da Unesp

Na tarde desta sexta-feira a Polícia Militar de Botucatu atendeu a um caso de assalto com tomada de refém na parte interna da Unesp de Botucatu. Em razão deste fato a direção da Unesp encaminhou uma notificação explicando como o caso aconteceu.

De acordo com a nota oficial, um paciente assistido pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (HCFMB) foi surpreendido por dois homens armados dentro do campus da Unesp em Rubião Júnior por volta das 15h30 desta sexta-feira, 5 de novembro. Após passar por exames, a vítima foi rendida quando voltava para seu carro que estava estacionado próximo ? portaria principal.

Os assaltantes, que mantiveram o homem sob ameaça, o levaram na fuga com o veículo que ocorreu em direção ao Bairro Capão Bonito, nas proximidades do Distrito de Rubião Júnior. Durante o trajeto eles bateram contra uma árvore e foram obrigados a fugir em meio a um matagal.

O proprietário do automóvel (que não teve o nome divulgado) foi socorrido pelo Resgate do Corpo de Bombeiros ao Pronto-Socorro do HCFMB, pelos policiais cabo Loureiro, soldados Roberto e Cotrin, onde até o final da tarde de hoje, sexta-feira, passava por exames de Raio-X, mas estava bem.

Consta ainda neste comunicado que a Assessoria de Segurança da FMB e HC acompanhou toda a operação desencadeada pelas polícias Civil e Militar. O órgão, juntamente com a Vigilância do Campus realiza constantemente monitoramento das dependências da faculdade e hospital para prevenção de ações criminosas. Estão espalhadas pelas instalações das instituições 40 câmeras de segurança.

Para finalizar a nota lembra que a Faculdade de Medicina de Botucatu também custeou, recentemente, a reforma e ampliação da Base Comunitária da Polícia Militar, instalada em um dos acessos ao campus de Rubião Júnior.

{n}Presos {/n}

No início da noite um dos marginais foi preso. Trata-se de Douglas Francisco Colombara, de 22 anos. Pouco depois o segundo elemento foi preso identificado como sendo Tiago Pereira Galdino, de 18 anos de idade. Ambos prestaram depoimento e foram encaminhados ? Cadeia Pública.

Para efetuar a prisão desses dois elementos, assim como a apreensão de um revólver utilizado para a prática do crime, uma grande operação foi armada com a participação da Polícia Civil, Militar e Guarda Civil Municipal (GCM).

Fotos: Quico Cuter