DISE prende mulher com crack na Vila Jardim

Uma operação desencadeada pela equipe de policiais da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE), culminou com a prisão em flagrante de uma mulher de nome Agda Luiz Gonçalves, de 41 anos de idade, apurado pela reportagem. A prisão dessa mulher foi efetuada na Rua Angelo Couvre, região da Vila Jardim.

Os policiais da delegacia especializada receberam uma denúncia dando conta de que na casa dessa mulher, que já é conhecida por envolvimento com entorpecentes, estava ocorrendo o tráfico de entorpecentes e uma operação foi montada para que o flagrante fosse elaborado.

Munidos de um mandado judicial, os policiais adentraram a casa dessa mulher e ao lado de um tanque de lavar roupas, localizaram nove “parangas” de maconha, 37 pedras de crack já devidamente embaladas para venda direta ao usuário e três pedras brutas de crack pesando 10 gramas cada uma e que geraria, aproximadamente, algo em torno de 90 porções da droga.

A mulher recebeu voz de prisão em flagrante, prestou depoimento e foi recolhida ? Cadeia Pública de Itatinga, onde permanece ? disposição da Justiça. Uma condenação vai acarretar a esta mulher uma pena que varia de cinco a 15 anos de reclusão.

De acordo com o delegado titular de DISE, Carlos Antônio Improta Julião Filho (foto), outras operações semelhantes estão sendo elaboradas para que a polícia possa tirar traficantes de circulação. Ele diz que as operações são, cuidadosamente, detalhadas e, muitas vezes, filmadas para serem incorporadas ao inquérito policial. Várias operações são feitas baseadas em informações anônimas.

“Existe um trabalho de prevenção, mas a parceria entre a polícia e a população sempre surte efeito positivo, como foi o caso da recente prisão dessa mulher realizada na Vila Jardim”, observou o delegado. “Por isso orientamos que as pessoas que quiserem fazer denúncias podem telefonar para a DISE (3882-3643), que terá o nome mantido em absoluto sigilo”, complementou Julião Filho.

Foto: Quico Cuter