DISE faz a apreensão de mais de 194 quilos de maconha

Exatos 194.355 gramas de maconha apreendida. Foi esse o saldo de uma operação realizada na manhã desta sexta-feira (12) pela Polícia Civil de Botucatu, através da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE), sob o comando do delegado Paulo Buchignani, com a prisão em flagrante de três pessoas. A prisão dos envolvidos e a apreensão da droga foi realizada por policiais de Botucatu, mas o flagrante foi confeccionado pela Polícia Federal de Bauru.

Os investigadores que já vinham trabalhando nesse caso há vários dias, tinham informações de que um veículo modelo Escort, com placas de Nova Andradina (CAO-9506), de Mato Grosso do Sul, estaria passando pela região com um grande carregamento de maconha e ficaram em estado de campana em um local estratégico na rodovia Marechal Rondon nas proximidades de Bauru. A intenção dos policiais era seguir o carro até entrega da droga.

Quando o Escort passou com dois elementos em seu interior os policiais iniciaram o acompanhamento, mas atrás do Escort vinha como “batedor” (protetor) um Fiat Uno Mille, também com placas de Nova Andradina (HDC-2454). Foi então que os policiais abordaram o Escort e renderam seus dois ocupantes.

O Fiat batedor que vinha logo atrás passou em alta velocidade. Com os dois marginais do Escort rendidos, os policiais continuaram a perseguição. O Fiat virou bruscamente e entrou em uma estrada de terra vindo a capotar. O indivíduo que estava como passageiro ficou preso nas ferragens e não conseguiu escapar, mas o motorista conseguiu embrenhar-se no matagal e fugir.

No Escort estavam Ricardo da Silva Oliveira de 18 anos, que foi apontado como o proprietário da droga e chefe da quadrilha e Samuel Teixeira Lopes, de 21 anos. Foi no Escort onde policiais encontraram seis sacos de nylon, contendo 220 “tijolos” de maconha, chegando a um peso de 194.355 gramas faltando 5.645 gramas para totalizar 200 kg da droga.

O passageiro do Fiat, identificado como sendo Júlio César dos Santos, de 24 anos, em razão de ficar preso nas ferragens do veículo capotado, sofreu ferimentos e teve que ser escoltado até Pronto Socorro (PS) de Bauru, onde se submeteu a uma cirurgia no joelho, mas não corre risco de morte e permaneceu internado sob escolta policial. O nome do quarto elemento que está foragido, não foi divulgado.

“Parte desta droga seria para abastecer a região de Botucatu. O chefe desta quadrilha (Ricardo), embora com pouca idade (18 anos) é de alta periculosidade e distribuía drogas pela região. Há várias semanas estávamos no seu encalço, fazendo investigação para agir no momento certo e obtivemos êxito, tirando ele e seus comparsas de circulação”, comentou o delegado Paulo Buchignani que esteve ? frente da operação na rodovia.

O delegado elogiou o tratamento que a equipe de Botucatu recebeu dos policiais de Bauru. “Eles nos atenderam muito bem e deram o apoio que a gente necessitava. Também tivemos a cobertura do nosso delegado seccional de polícia (Antônio Soares da Costa Neto) e do titular da DISE (Carlos Antônio Improta Julião Filho). Não posso deixar de parabenizar a equipe da DISE que esteve participando dessa operação conosco e que impediu que essa droga fosse distribuída na região”, elogiou Buchignani.