DISE apreende mais de R$ 15 mil em região de tráfico

Os delegados Paulo Fábio Buchignani e Carlos Antônio Improta Julião Filho estiveram no comando de uma operação deflagrada na tarde desta terça-feira (27), que contou com a participação de todos os policiais da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) que culminou com a apreensão de R$ 15.486,00 em cédulas de diferentes valores. A ação policial se deu em uma casa na Rua Zorobabel Ferreira de Sá, região do Jardim Brasil.

Polícia tinha informações que aquela casa estava sendo usada para guardar drogas e os investigadores, munidos de um mandado judicial de busca e apreensão, adentraram ao local e na vistoria interna descobriram uma sacola plástica dentro do armário de um dos quartos. Nesta sacola estava o dinheiro e um telefone celular.

A moradora da casa identificada apenas pelas iniciais J.C.D.R., alegou que na noite de segunda-feira (26) um conhecido pediu que guardasse a sacola, mas não revelou o que tinha dentro. “Ele me convenceu falando que não era nada demais e voltaria hoje (terça-feira) buscar a sacola. Por isso, quando vi a polícia em minha casa entrei em pânico”, disse a moradora. “Não sabia de nada disso, não”, garantiu.

Embora a polícia não tenha localizado o suposto dono do dinheiro, ele já está identificado, mas seu nome permanecerá em sigilo para não comprometer o trabalho investigativo. “Posso dizer que é um velho conhecido nosso (da DISE) e já foi preso e condenado por crime de tráfico de entorpecentes”, comentou o delegado Julião Filho. “Por enquanto, vamos manter o seu nome em sigilo, mas acreditamos que será preso nas próximas horas”, previu.

Outra informação policial é que nas proximidades da casa onde o dinheiro foi apreendido funciona um ponto (biqueira) de venda de entorpecentes que seria comandada pelo averiguado. Por isso, a polícia está convicta de que o dinheiro apreendido é oriundo do tráfico.

Fotos: Valéria Cuter