DISE apreende 150 pedras de crack e um “tijolo” de maconha

Fotos: Valéria Cuter

O trabalho desenvolvido pelos policiais civis, Pelares e Valmir da equipe especializada da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE), resultou na apreensão de 150 pedras de crack e um “tijolo” de maconha pesando 310 gramas, além de uma faca utilizada para cortar a droga em porções para venda aos usuários e vários saquinhos plásticos utilizados para embalagem do entorpecente.

A operação se deu em um terreno baldio na Rua Luiz Martinelli, prolongamento da Rua Alfredo Thomaz Fazzio, no Jardim Ciranda, local já conhecido pelos policiais da Delegacia de Entorpecentes, como sendo uma “biqueira” de venda de drogas. De um ponto de observação os policiais visualizaram que havia uma pessoa agachada no mato. Eles se separaram para fazer o cerco, mas o suspeito percebeu que havia sido descoberto e fugiu correndo, deixando a droga para trás.

“Era nesse terreno que esse cidadão fabricava as porções de maconha e crack separando a droga em porções para vender aos usuários. Uma faca apreendida no local junto com a droga A operação se deu em um terreno baldio na Rua Luiz Martinelli, prolongamento da Rua Alfredo Tomás Fazio, no Jardim Ciranda, local já conhecido pelos policiais da Delegacia de Entorpecentes, como sendo uma “biqueira” de vendas de drogas. contendo resquícios de crack não deixa dúvidas da atividade de confeccionar os papelotes”, colocou o delegado Carlos Antônio Improta Julião Filho.

Embora o acusado tenha conseguido escapar do cerco policial, o delegado afirma que sua prisão é uma questão de tempo. “Já sabemos quem ele é e pedimos a sua prisão preventiva. Ele já é nosso conhecido, mas manteremos o nome em sigilo, por enquanto, para não comprometer as investigações”, concluiu Julião Filho.