DISE “derruba” mais duas biqueiras de tráfico na Cidade

Mais duas “biqueiras” foram desbaratadas pela equipe de policiais especializados da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) nas últimas horas num mesmo ponto de venda de tráfico de entorpecentes conhecido como “biqueira”. Nos dois casos foram apreendidos dois adolescentes que faziam venda direta ao usuário.

“Isso é que tem sempre acontecido, ou seja, prende-se um elemento pela manhã e ? tarde outro ocupa o seu lugar”, colocou o delegado adjunto Paulo Fábio Buchignani, lembrando que as operações se desencadearam na Rua Major Nicolau Kuntz, nas proximidades de um matagal conhecido como “Mato do Carmeluche”.

Na primeira apreensão logo pela manhã, os investigadores Valmir, Pelares, João, Rossi e Bassetto apreenderam 34 papelotes de cocaína, 30 pedras de crack e 39 “parangas” de maconha. O adolescente responsável pela venda também foi identificado e responderá pelo crime perante o Juizado da Vara da Infância e Juventude.

No período da tarde, nesse mesmo ponto de venda os policiais aprenderam outro adolescente em situação de traficância, com 13 pedras de crack embaladas e prontas para venda direta aio usuário.

O delegado titular da DISE, Carlos Antônio Improta Julião Filho ressalta a dificuldade desse combate. “Horas depois de tirarmos um traficante de circulação, outro é colocado no lugar para manter a atividade na biqueira e esse seria apenas um dos muitos pontos que existem em Botucatu”, apontou.

Os delegados entendem que muita coisa tem que ser revista com relação ao tráfico de entorpecentes, a nível social e educacional. “Não é apenas um problema de Segurança Pública. Há que se pensar em mudanças profundas para refletir em melhorias para a sociedade. A polícia tem feito a sua parte, mesmo diante de tantas dificuldades e realiza constantes flagrantes na Cidade”, colocou Buchignani. “E a DISE vai continuar firme em seu planejamento de combate ao tráfico de entorpecentes, sob a supervisão da nossa Delegacia Seccional de Polícia”, complementou Julião Filho.