Discussão com esposa leva marido atear fogo em residência

A equipe de incêndio do Corpo de Bombeiros Botucatu com o sargento Celestino e soldados Alves e Adilson, tendo o apoio do resgate com o cabo Loureiro e soldados Cotrin e Roberto, atendeu na noite esta terça-feira, por volta das 21 horas, a um caso de incêndio no quarto de uma residência na Rua Oito, nº 40, região do Jardim Monte Mor.

Acabou sendo apontado como autor desse incêndio, o pedreiro desempregado José Roberto Vizon, de 45 anos de idade. Os policiais militares César e Márcio estiveram no local e o acusado de ter provocado o incêndio havia fugido e agora está sendo procurado para prestar depoimento.

Segundo apurou os policiais que estiveram no local, a moradora Keila Cristina de Oliveira Ramos, de 26 anos de idade, que vive maritalmente com o acusado, revelou que houve uma discussão entre ambos. Estavam separados e a mulher acredita que ele pretendia colocar fogo na casa com ela dentro. Vieram de São Paulo há cerca de seis meses e ele é ex-presidiário.

A versão da mulher, que estava muito alterada em razão do fato, mostra que depois da discussão o marido teria ateado fogo na cama da residência e fugido. O fogo se alastrou e tomou conta da casa. Embora o Corpo de Bombeiros tenha comparecido no local, não houve tempo para evitar que o quarto fosse destruído.

Além do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, também esteve no local a Polícia Técnica Científica para realizar a perícia técnica do incêndio para que a versão da mulher seja confirmada. O caso foi registrado em Boletim de Ocorrência (BO) no Plantão Permanente pelo delegado Geraldo Franco Pires.

Fotos: Valério A. Moretto