DIG procura ladrões que furtaram a Padaria do Bosque

Os marginais estouraram o vidro da porta da padaria e levaram 18 potes de Nutella (creme de avelã com cacau e leite), sete pacotes de cigarros, cinco litros de uísque, um computador e R$ 1.500,00 que estava no caixa

 

Os policiais especializados da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) que tem o Celso Olindo como delegado titular está no encalço dos marginais que estouraram a porta de vidro frontal da Panificadora do Bosque, que fica na Rua Amando de Barros, região central da cidade. O crime aconteceu durante a madrugada de quarta-feira.

Aponta Registro Digital de Ocorrência que os marginais estouraram o vidro da porta da padaria e levaram 18 potes de Nutella (creme de avelã com cacau e leite), sete pacotes de cigarros, cinco litros de uísque, um computador e R$ 1.500,00 que estava no caixa. Estiveram no local registrando o crime os policiais militares Fabiana e Leite.

Também compareceram na cena do crime a Polícia Técnica Científica que coletou dados para a elaboração do laudo pericial. As imagens gravadas pelo sistema de segurança da padaria poderão ajudar o setor investigativo a identificar e prender os autores desse furto qualificado.