DIG prende ladrão que assaltou loja no centro da cidade

Os policiais especializados da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), com os delegados Celso Olindo e Sérgio Castanheira e os investigadores Marcos, Caio, Vergílio, Jofre, Castillo e Sheila, realizaram uma operação na madrugada deste sábado, que culminou com a prisão de Leandro Aparecido Paixão, de 27 anos de idade, identificado como o autor de um assalto ? mão armada cometido contra a “Loja do Português”(foto) , instalada na Rua João Passos, região central da cidade.

{bimg:14081:alt=interna1:bimg}

A vítima da ação do marginal foi o proprietário da loja, Décio Oliveira. O marginal subtraiu do caixa a quantia de R$ 300,00 e levou um notbook com bolsa, um monitor de computador de 14 polegadas com teclado, um telefone celular, uma plaina elétrica, duas furadeiras e a carteira da vítima com seus documentos pessoais e cartões de crédito. A ação criminosa do rapaz foi gravada por uma câmera de vídeo e essas imagens foram entregues na TV Alpha, e repassada ao {n}Jornal Acontece Botucatu{/n}.

As imagens ? seguir mostram o ladrão caminhando pela calçada em direção ? loja, retirando o capuz do bolso da blusa, colocando na cabeça e entrando no estabelecimento comercial. Minutos depois ele sai da loja, com os produtos do roubo em uma sacola plástica e segue pela calçada em direção a Cohab I. Na ocasião, não foi possível visualizar se havia um carro dando cobertura ao assalto, embora essa possibilidade não tivesse sido descartada. Confira o vídeo:

Através dessas imagens, os investigadores identificaram o marginal e munidos de um mandado de busca e apreensão expedido pelo juiz, entraram na residência de Leandro Paixão, na Rua Três, no Parque Marajoara e efetuaram sua prisão. No momento da prisão o indiciado estava dormindo. Os produtos do roubo, assim como o capaz e blusa usados no momento do crime foram apreendidos.

{n}Mais dois envolvidos {/n}

Com prisão do assaltante, os policiais descobriram que um Chevette, de cor marrom, placas BPH-5826 de Botucatu, havia dado cobertura ao assalto. Nesse veículo estavam outras duas pessoas: o condutor Cláudio Carlos Lourenço Júnior, de 20 anos e o passageiro Eder Júnio de Barros, de 21 anos.

Os dois alegaram que estavam em companhia de Leandro Paixão e foram até as imediações da loja assaltada para comprar uma motocicleta, mas negam que tinham conhecimento de que ele cometeria um roubo. Porém, essa versão é descartada pelo delegado Celso Olindo.

“Eles sabiam sim que o Leandro iria cometer o roubo, pois ele estava no carro com o capuz e o revólver. Além disso, o carro foi estacionado estrategicamente em uma descida para facilitar fuga”, observou Olindo. “Os três serão indiciados e responderão por crime de roubo na Justiça”, sacramentou o delegado, que determinou o recolhimento dos três envolvidos ? Cadeia Pública local.