DIG faz apreensão de objetos furtados e droga

 

Munidos de um mandado de busca e apreensão os policiais da DIG adentraram  a casa e deram voz de prisão ao averiguado apreendendo vários produtos de origem suspeita e drogas

 

Um trabalho desenvolvido na Rua Alberto Virgilio Cuter (Rua 02),  no Jardim Jatobá, pelos policiais especializados Virgilio, Marcos, Jofre, Afonso e Eliandro,  da equipe da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), sob o comando do delegado Geraldo Franco Pires,  resultou na apreensão de vários aparelhos eletroeletrônicos e outros produtos diversos como faqueiro, sintetizador, simulacro de pistola,  pranchas de skates, entre outros.

Além disso, havia na casa 97 “parangas” de maconha embaladas e prontas para venda aos usuários, um  “tijolo”  da mesma droga  pesando 560 gramas (que dariam para fabricar 560 porções),  centenas de saquinhos plásticos utilizados para embalagem de droga, R$ 267, 00 em dinheiro e  um dichavador (moedor ou triturar maconha para confeccionar cigarro).

 A operação foi deflagrada quando o trabalho investigativo dos policiais detectou que naquela casa um rapaz de nome Jhonatan Matheus Guimarães,  de 19 anos de idade, estava escondendo vários produtos de furto ocorridos em diferentes pontos da cidade.  Munidos de um mandado de busca e apreensão os policiais adentraram a casa e deram voz de prisão ao averiguada apreendendo vários produtos de origem suspeita e as drogas. Na casa também estava um adolescente, irmão do indiciado, que foi isentado de qualquer culpa e acabou liberado.

Como a operação teve apreensão de drogas,  Jhonatan foi conduzido à Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) onde foi autuado em flagrante pelo delegado Paulo Buchignani e recolhido à Cadeia Pública de Itatinga.  Os policiais que participaram desta operação detectaram que parte dos produtos apreendidos eram, realmente, oriundos de furtos e haviam sidos trocados por droga. Ele declinou apenas o apelido de "Tuca"  que é de um rapaz  que teria trocado dois skates por droga.