DIG elucida furto de caminhão de empresário botucatuense

Um trabalho realizado pela equipe especializada da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) chegou à elucidação de um furto de caminhão e semi-reboque da Construtora Sartori de Botucatu na Rodovia Plácido Lorenzeti, região de Santa Cruz do Rio Pardo, incriminando duas pessoas: Silvio Deivys Maitan, de 43 anos (como autor do furto), Elenilton Carlos de Carvalho de 40 anos (suspeito de receptação), além de Joventino C., de 63 anos que teria intermediado a transação.

O crime foi registrado em março deste ano na 1ª Central de Polícia Judiciária, onde compareceu o empresário Luiz Sartori Filho para registrar o Boletim de Ocorrência (BO) destacando que um caminhão VW, placas DVN-9657 havia sido furtado, assim como o semi-reboque, placas DKS-4144. Veículos estavam dentro de uma área que a empresa alugou para servir de “canteiro de obras”.  

O trabalho investigativo levou os policiais a Silvio Maitan, ex-funcionário da Construtora Sartori, responsável pela guarda dos veículos em Santa Cruz do Rio Pardo. Com todas as evidências contra ele, o acusado reconheceu ter furtado o caminhão e vendido para Elenilton Carvalho, em negociação intermediada Joventino.

Elenilton, quando inquirido, alegou ter adquirido o caminhão por um valor abaixo do mercado por haver uma dívida trabalhista e comprou a prazo sem saber que era produto de furto. Alega que o caminhão permaneceu em frente a sua residência e não manteve o veículo escondido, com chassi e placas intactas, inclusive com o logotipo da Construtora Sartori.

O caminhão foi apreendido e devolvido à empresa, mas o trabalho investigativo ainda continua já que será necessário localizar o semi-reboque que também foi furtado. As investigações estão adiantadas e a qualquer momento a polícia poderá trazer novidades sobre o caso.