Desespero da dependência leva homem ao suicídio

Mais uma vez a cidade de Botucatu registrou uma morte trágica. Desta feita o registro foi ? s 14 horas desta quinta-feira, na Rua Hermes da Fonseca (antiga Rua 7) no Jardim Monte Mor, realizada pelos policiais militares Douglas e Barbosa. A vítima um homem de 31 anos de idade chamado Fabiano Araújo de Souza, que tirou sua própria vida.

Segundo apurou a reportagem junto aos familiares, Fabiano era dependente químico e passou noite de quarta-feira e a madrugada de quinta-feira consumindo crack, não atendendo ao pedido de sua companheira para parar. Por causa do vício ela tinha abandonado a casa e foi morar com a mãe, mas acabou voltando há uma semana com a promessa de que ele largaria a droga, o que não aconteceu.

No início da tarde, ele conversou com a companheira que permaneceu fazendo arrumação na cozinha. Teria saído e apanhado uma corda de sison, enroscado na ponta do ferro de uma coluna de construção no corredor da casa e se enforcado. A mulher quando saiu para o quintal e viu o companheiro começou a gritar e foi socorrida pelo seu irmão Dario que mora numa casa vizinha. Ele chegou a cortar a cortar a corda, mas era tarde demais.

“Quando vi ele daquele jeito não pensei duas vezes e cortei a corda. Ele parece que ainda mexeu a boca e eu chamei os bombeiros que vieram aqui, mas não puderam fazer nada. Foi um absurdo o que ele fez. Tudo isso por causa de não conseguir largar o vício”, relatou Dario, versão confirmada por dona Célia, sogra da vítima, que enalteceu o trabalho dos policiais militares que atenderam a ocorrência.

O delegado titular do 2º Distrito Policial (DP), Marcos Mores, esteve no local e irá abrir inquérito policial. Nesses casos apura-se se alguém ajudou ou induziu a vítima cometer o suicídio. “Tudo indica que o motivo foi excesso de droga, pelo que apuramos, preliminarmente, com a família. Vamos ouvir as testemunhas para confirmar”, frisou o delegado.

O detalhe é que Fabiano Souza, já foi preso por tráfico de entorpecentes e roubo e casado com outra mulher com quem teve dois filhos (12 e 13 anos). As duas crianças moram fora de Botucatu e estavam no Jardim Monte Mor visitando parentes e acompanharam tudo que aconteceu com o pai. Com a mulher atual (Eliane) ele não tinha filhos.

Fotos: Valéria Cuter