Dependente se revolta com internação compulsória

Em apoio a Secretaria Municipal de Saúde, a Guarda Civil Municipal (GCM) com o Inspetor Barcaça e agentes Marciolli, Camargo e Giselle para fazer cumprir um mandado judicial de internação compulsória de um paciente dependente químico, esteve na Rua Clóvis de Avellar Pires, no Jardim Itamarati.

Entretanto, o paciente ao perceber a ambulância e tomar conhecimento de que iria ser internado se revoltou, saiu correndo da residência e se refugiou no telhado, pulado de uma casa para outra. Como havia risco eminente de queda o Corpo de Bombeiros foi acionado e isolou a área.

Após horas de negociação o paciente decidiu descer do telhado, mas recusou-se a ser internado. Porém, como tratava-se de uma determinação judicial teve que ser imobilizado e conduzido pela ambulância até a Cidade de Jaú, com acompanhamento da viatura da GCM. Nessa operação estiveram, além dos quatro agentes municipais, seis policiais do Corpo de Bombeiro e dois funcionários da Secretaria de Saúde.