Delegacia de Entorpecentes executa flagrante no Marajoara

Carlos Alberto de Souza, conhecido como “Carlão ou “Pezão”, de 31 anos de idade, foi preso em flagrante na manhã desta quarta-feira (21) pelos policiais civis especializados da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE), Pelares, Rossi e João e enquadrado em crime de tráfico de entorpecentes (artigo 33, da Lei Federal 11343/06). O indiciado já é conhecido nos meios policiais por prática de furto e roubos (artigos 155 e 157 do Código Penal).

A operação se deu quando os investigadores executavam o trabalho de campana em um veículo descaracterizado pela Rua Jorge Venâncio, no Parque Marajoara. “Percebemos quando o indiciado entrava e saia constantemente de um terreno baldio e entregava a droga a usuários. Fizemos a abordagem e apreendemos 19 pedras de crack (5,7 gramas) embaladas e prontas para a venda, uma balança de precisão e R$ 50,00, em dinheiro”, enumerou o investigador Pelares.

Prosseguindo o trabalho investigativo os policiais localizaram em outra parte desse mesmo terreno 200 gramas de maconha divididas em cinco pequenas “barras”, escondidas em meio a vegetação. Encaminhado ? delegacia especializada o indiciado prestou depoimento ao delegado Paulo Buchignani e recolhido ? Cadeia Pública local.

Na delegada Carlos Pezão revelou que as pedras de crack eram deles, mas não assumiu ser o dono da maconha. “O crack é para meu próprio uso, pois sou viciado em drogas desde os 17 anos, mas da maconha não sei de nada. Só pode ser coincidência de alguém ter escondido no mesmo terreno que eu”, declarou o indiciado.

Fotos: Valéria Cuter