Definido esquema de segurança para o aniversário de Botucatu

Como em anos  anteriores, a Guarda Civil Municipal  (GCM) e a Polícia Militar (PM) atuarão com um grande efetivo para garantir a tranquilidade nos quatro dias de festa em comemoração aos 160 anos de Botucatu. Os detalhes do esquema de segurança que será utilizado de 11 a 14 de abril na região do Largo da Catedral foram definidos em reunião na Secretaria Municipal de Comunicação. 

Participaram do encontro, o comandante da Guarda Civil Municipal, Sérgio Luiz Bavia; o subcomandante Weber Plácido Pimentel; o tenente Aislan, da Polícia Militar; o secretário de Comunicação, Carlos Pessoa e o diretor de Eventos, Paulo Henrique Siqueira. 

Nos quatro dias de festa, a Guarda Civil Municipal estará presente com cerca de 25 agentes e todos os seus grupos táticos, entre eles GPA (Grupo de Patrulhamento Ambiental), Gape (Grupo de Ações Preventivas Especiais) e Gepom (Grupo Especializado de Patrulhamento com Motos). Além disso, a Unidade Móvel de Segurança Comunitária ficará instalada próximo a Prefeitura para prestar orientações, informações e garantir apoio aos agentes. 

“Apesar do grande público que é esperado para os quatro dias da festa, estamos tomando todas as precauções para que tudo ocorra com tranquilidade, assim como aconteceu nos anos anteriores. Atuaremos com um grande contingente na área envoltória da festa, ao mesmo tempo em que seguiremos com os patrulhamentos de rotina pelos bairros da cidade”, afirma Bavia.

A Polícia Militar também atuará nos quatro dias de festa em esquema especial, mobilizando entre 25 e 30 policiais por noite para garantir a segurança e a tranquilidade no Largo da Catedral. O patrulhamento será feito com as motos e a Força Tática, além de uma base móvel de segurança que será montada no recinto da festa. 

Assim como aconteceu no ano passado, a primeira quadra da Avenida Dom Lúcio, onde está localizada a Fundação Casa das Meninas será demarcada como área de segurança, onde não será permitido estacionamento de veículos e comércio ambulante no período da festa. O local será utilizado como saída de emergência para eventuais atendimentos de viaturas policiais e ambulâncias.

Também o secretário de Comunicação, Carlos Pessoa e o diretor de eventos, Paulo Henrique Siqueira, que integram a organização da festa dos 160 anos de Botucatu, reuniram-se com as coordenadoras do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Priscila Masquetto Vieira de Almeida e da Central de Ambulâncias da Prefeitura, Maria Cecília Pinheiro de Souza, para acertar os detalhes finais do atendimento de saúde que será colocado à disposição do público durante a realização do evento. 

A festa acontecerá entre os dias 11 e 14 de abril, no Largo da Catedral e a expectativa é reunir milhares de pessoas que terão a oportunidade de conferir shows de grandes artistas como Hugo e Tiago, Amanda Ferrari (gospel), Fábio Jr. e Gusttavo Lima. Ficou definido que a base de atendimento será montada na Rua Moraes Barros, entre a Prefeitura e a Praça Rubião Júnior. A partir das 18 horas, o Samu estará a postos com uma unidade de suporte básico, com um técnico e condutor e a Central de Ambulâncias disponibilizará dois veículos para eventuais transportes.   

“Tomando por base a festa que realizamos no ano passado, acreditamos que, se o tempo estiver firme, é possível que algo em torno de oitenta mil pessoas circulem pelo Largo da Catedral nos quatro dias de evento. Em razão disso, temos uma preocupação especial com atendimentos de urgência, emergência e remoções que venham a ser necessários. Será montada uma base de saúde para trabalhar nesses casos. É bom deixar claro que o esquema da festa não afetará em nada a rotina do SAMU e da Central de Ambulâncias, que atuarão com equipes extras”, explica Pessoa.

Na rua onde será montado o posto para atendimento de urgência e emergência não serão permitidos o estacionamento e a circulação de veículos, a fim de facilitar o acesso ao público e qualquer remoção que tenha que ser feita.