DDM investiga estupro contra criança de três anos

A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Botucatu que está sendo administrada, interinamente, pelo delegado Marcelo Lanhoso de Lima, substituindo a delegada titular Simone Tuono em licença maternidade, abriu inquérito policial para investigar a um caso de estupro de vulnerável, tendo com vítima uma menina de três anos de idade.

Essa menina estava em uma creche na Cidade de Pratânia reclamando de dores nos órgãos genitais que apresentavam sangramento e cheirava mal. O Conselho Tutelar foi acionado e com a ajuda da Guarda Civil Municipal (GCM) de Botucatu, a criança foi conduzida e internada no Hospital das Clínicas (HC) de Rubião Júnior, onde de acordo com os médicos de plantão poderia se tratar de uma infecção urinária, porém é necessário aguardar o resultado dos exames.

Preliminarmente, a menina teria relatado que o suposto abuso foi cometido por uma pessoa próxima a ela. Por razões óbvias, o nome e o grau de parentesco do principal suspeito não será divulgado até que o caso seja esclarecido.

Os agentes municipais também fizeram o encaminhamento das conselheiras tutelares ao Plantão Permanente, onde o Boletim de Ocorrência (BO) de natureza estupro de vulnerável foi confeccionado pelo delegado Paulo Buchignani, que encaminhou o caso ? DDM.