DDM investiga caso registrado como cárcere privado

Por motivos óbvios os nomes das pessoas envolvidas nesta ocorrência registrada como violência doméstica, cárcere privado e sequestro, que está sendo investigada pela equipe da delegada Simone Alves Firmino, titular da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), serão mantidos em sigilo, até que tudo seja, devidamente, esclarecido.

Tudo começou quando os agentes da Guarda Civil Municipal (GCM), através de sua Central de Comunicação (telefone 199), compareceram neste domingo ao Pronto Socorro (PS) Municipal onde uma mulher deu entrada com hematomas pelo corpo. Ela denunciou seu marido que a mantinha cativa em sua residência, ameaçando-a e agredindo-a sob a alegação de que tinha um amante na cidade de Marília/SP. Ela nega qualquer envolvimento com outro homem.

Após a liberação do delegado de plantão, a mulher acompanhada dos agentes da GCM, retornou ? sua residência para retirar seus pertences e apanhar seus quatro filhos. Entretanto, ficou apenas com duas crianças e seu esposo com os outros dois, em comum acordo de ambos. Ela foi conduzida ao Centro de Atendimento ao Migrante e Mendicância (CAMIM), na Avenida Paula Viera, onde ficou sob cuidados da assistente social.

{n}Mulher drogada com criança{/n}

Outro caso atendido pela GCM e encaminhado ? DDM foi um abandono de incapaz, na Avenida das Hortências, região do Recreio do Hawai. No local a guarnição constatou que uma moça de 31 anos, dependente química e que estaria sob o efeito de crack, estava caminhando pela rua carregando uma criança de nove meses de idade nos braços.

Denúncia ? GCM foi feita pela avó da criança (mãe da acusada) que localizou a mulher com dois cachimbos para uso de drogas. Ela foi encaminhada ao plantão policial, juntamente com sua mãe, sendo as providências tomadas pela autoridade policial civil que registrou Boletim de Ocorrência (BO) de proteção pessoal, solicitando a presença de um conselheiro tutelar para que a criança fosse assistida.

{n}Levando quatro filhos{/n}

Também nas próximas horas a delegada da DDM, Simone Alves Firmino deverá ouvir uma mulher acusada pelo marido de sair de casa levando consigo os quatro filhos do casal. O caso aconteceu nas imediações do Terminal Rodoviário.

O homem acionou a GCM que em trabalho de patrulhamento localizou a acusada na Avenida Santana. Na abordagem, a mulher teve um mal súbito e desmaiou sendo necessário conduzi-la ao Pronto Socorro (PS) onde foi atendida e, posteriormente, liberada.