DDM investiga caso de estupro contra mulher de 37 anos

A equipe da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), comandada pela delegada Simone Alves Firmino  (foto), está trabalhando para identificar um cidadão acusado de ter estuprado uma mulher de 37 anos de idade em um local ermo no Distrito de Rubião Junior. 

Segundo a vítima esse homem a teria abordado quando ela estava entrando em seu veículo Renault Clio, juntamente com sua filha de seis anos de idade, estacionado na Rua Dr. Costa leite. O criminoso empurrou a mulher e a criança para o banco traseiro, tomou a direção do carro e trafegou por várias ruas da Cidade até chegar ao Distrito de Rubião Júnior onde ele a teria estuprado na frente da criança.

Após o crime esse homem tomou novamente o volante do carro e retornou para Botucatu. Ao chegar à Avenida Brasil Japão, na Vila Sonia, a mulher aproveitando-se da redução de velocidade do veículo abriu a porta do carro e saltou levando a filha junto. O homem continuou trafegando e abandonou o carro a alguns quarteirões adiante e fugiu. A mulher acionou a Polícia Militar e foi conduzida ao Plantão Permanente onde o Boletim de Ocorrência (BO) foi confeccionado.

Na sequência, com marcas de sangue e sêmen da violência sexual ela foi conduzida ao Pronto Socorro (PS) do Hospital das Clínicas (HC). No carro abandonado a polícia localizou cartas endereçadas a um presidiário de uma penitenciária da região. O nome não foi revelado. Outro dado que está sendo investigado pela polícia é com relação à versão da mulher que entendeu que aquele homem não seria de Botucatu, já que parecia não conhecer as ruas da Cidade.