Conferência reúne assistentes sociais em Botucatu

Botucatu a 11ª Conferência Municipal de Assistência Social que foi realizada no auditório do Colégio La Salle. O evento, que reuniu mais  de 200 participantes, foi promovido pelo Conselho Municipal de Assistência Social em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social.

O tema abordado este ano foi “Consolidar o Sistema Único de Assistência Social (SUAS) de vez, rumo a 2026”. O evento teve como objetivo definir as prioridades para a construção do Plano Decenal da Assistência Social (2016-2026), conforme previsto no tema. 

Participaram da abertura da Conferência o secretário de Governo, Carlos Eduardo Colenci, representado o prefeito João Cury Neto; secretária de Assistência Social, Amélia Maria Sibar; presidente da Câmara Municipal, André Rogério Barbosa – Curumim; presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Alessandra Galende; Sueli Tamelini, diretora técnica  da Drads – Diretoria Regional de Assistência e Desenvolvimento Social; e a representante dos usuários da política de assistência social do Município, Maria Lúcia Coloma. O evento também contou com a apresentação da Orquestra Infanto-Juvenil da AFRAPE – Associação Fraternal Pelicano. 

“A intenção da Conferência é conferir e avaliar o que está sendo realizado e propor novas medidas para que a Política de Assistência Social possa avançar para atender às necessidades e direitos dos seus usuários”, salienta Amélia Maria Sibar.

A Conferência contou com cinco eixos de discussão: Dignidade Humana e Justiça Social; Participação Social como Fundamento do Pacto Federativo no SUAS; Primazia da Responsabilidade do Estado: por um SUAS Público, Universal, Republicano e Federativo; Qualificação do Trabalho no SUAS e Assistência Social é Direito no Âmbito do Pacto Federativo. 

Segundo a secretária executiva do Conselho de Assistência Social, Vanda Zamuner, após serem trabalhados os cinco eixos de discussão foram eleitos quatro delegados [dois titulares e dois suplentes] para participar da 10ª etapa da Conferência Estadual que será realizada no mês de outubro, em Águas de Lindóia.

“Dos delegados eleitos dois são representantes da gestão de política de Assistência Social e os outros dois são trabalhadores sociais que atuam na área da Assistência do Município tanto em órgãos de gestão como da sociedade. Todas as deliberações da Conferência serão encaminhadas via relatório para o Conselho Estadual de Assistência Social – CONSEAS”, explica.