Condenado por estupro é preso em ação do GAPE

Equipe do Grupo de Ações Preventivas Especiais (Gape), formada pelos guardas municipais Pichinin, Nogueira, Vaz e Lourenço, em  patrulhamento de rotina pela Rua Oswaldo Schrossareck,  Bairro Alto avistou um indivíduo de nome  Silvio Cesar Bruder, de 38 anos de idade, em atitude suspeita o qual ao visualizar a viatura empreendeu fuga para dentro de uma residência, mas a guarnição logrou êxito em detê-lo pelo quintal da casa, em frente a uma porta de acesso.

Foi realizada a busca pessoal e nada foi encontrado, mas na entrevista ficou bastante nervoso e entrou em contradição com algumas perguntas realizadas pelos agentes municipais. Através da consulta via Informações de Segurança (Infoseg) de seus antecedentes criminais foi constatado que o cidadão apresentava pendências com a Justiça e estava evadido da Penitenciária de Sorocaba, onde cumpria pena por crime de estupro (artigo 213).

Ao ser indagado novamente acabou confessando que saiu na “saidinha” de páscoa e não retornou. Relatou também que estava com a tornozeleira eletrônica, mas assim que saiu da penitenciária retirou-a e jogou-a em um bueiro em Sorocaba e que sua pena era de 10 anos, sendo cumprida 5 anos.

Foi constatado também que o foragido tem antecedentes  criminais pelos artigos 155 (furto), 157 (roubo), 180 (receptação) e 33 (tráfico de drogas). Com todos os dados levantados Cesar Bruder foi conduzido até o Plantão Policial onde o delegado José Sérgio Palmieri Júnior ratificou a voz de prisão e elaborou o Boletim de Ocorrência (BO) de natureza captura de procurado, sendo o indiciado encaminhado a Cadeia Pública de Itatinga, permanecendo à disposição da Justiça.