Comandante rodoviário determina “Operação Ano Novo”

A Polícia Militar Rodoviária está pronta para deflagrar no período compreendido entre 14 horas desta quinta-feira (30) até as 18 horas de segunda-feira (3 de janeiro), a “Operação Ano Novo, em todas as rodovias do Estado de São Paulo. Será idêntica a “Operação Natal”, deflagrada, recentemente.

Tal como ocorreu em operações anteriores, o comandante da Polícia Rodoviária da região de Botucatu, tenente Ricardo Maganha (foto), observa que o objetivo é reduzir o número de acidentes e de vítimas. “Daremos atenção especial ? fiscalização com o excesso de velocidade, verificação de documentação, apreensão de armas ilícitas, consumo de bebidas alcoólicas e drogas como maconha e cocaína”, alerta o comandante.

Como a incidência maior é relacionada ao excesso de velocidade, Maganha orienta que o motorista flagrado dirigindo fora do limite máximo permitido é penalizado com multa de R$ 957,70, retenção do veículo e suspensão do direito de dirigir por doze meses, além de responder criminalmente pela sua conduta, dependendo das circunstâncias, com pena de detenção de seis meses a três anos.

Outra preocupação citada pelo comandante é com motoristas que estiverem dirigindo sob efeito de bebida alcoólica. Enfoca que os patrulheiros estarão espalhados em pontos estratégicos das rodovias munidos com radares eletrônicos e bafômetros.

“Além disso, o motorista deve planejar sua viagem definindo o roteiro, anotar telefones de emergência, localização das bases da Polícia Rodoviária e pontos de apoios localizados nas rodovias”, observa. “Também sugerimos que se faça uma revisão geral do veículo, com atenção especial aos freios, sistema elétrico, equipamentos obrigatórios e a documentação de porte obrigatório”, completa.