Circo híspano-brasileiro se apresenta em Botucatu

Co-produção híspano-brasileira, estrelada pelos artistas Guga Carvalho (Espanha/Brasil), Silvia Compte (Espanha) e Montanha Carvalho (Brasil), o espetáculo circense Chocobrothers circula pelo interior do estado de São Paulo, contemplado pelo Programa de Ação Cultural  (Proac) de Circulação 2014 da Secretaria Estadual de Cultura, em sessões gratuitas.

A trupe se apresenta em Botucatu dia 12 de outubro, segunda-feira, às 16 horas, no Mirante das Artes.  A direção é de Cláudio Carneiro, ator e palhaço, integrante do elenco do Cirque du Soleil, atualmente atuando na sede de  Cancún, no México. O trio combina diferentes técnicas circenses como manipulação de chapéus, equilíbrio em parada de mão, malabarismos com claves, equilíbrio em rola-rola, barra fixa e mesa de dândis mesclando os números com grandes doses de humor.

Precisão, projeção, poder e prazer, são maneiras de definir a atuação desses três personagens carismáticos:  Brian, o glamuroso apresentador;  Jenifer, a dançarina empolgada e James, o “quase” rei da acrobacia.O roteiro é costurado por eles e as situações inusitadas que criam durante a apresentação.

Para Montanha Carvalho, os personagens do espetáculo representam artistas de circo que já fizeram muito sucesso em outros países e agora tentam ser reconhecidos no Brasil.  “Como não são mais tão jovens e já passaram por muitas anos de viagens e roubadas, alguns imprevistos acontecem  durante a apresentação”.

Juntos prometem deixar o público literalmente sem ar, com performances de alto risco e cenas nostálgicas embalados por grandes sucessos musicais dos anos 70, numa referência a época de ouro que viveram no auge de suas carreiras no circo. Os figurinos também foram pensados para dialogar com a música a partir de pesquisa dessa década marcada pelas roupas coloridas.

Os artistas atuam em circo há mais de 16 anos. Guga Carvalho e Montanha Brasil são irmãos, mas seguiram caminhos diferentes pelos picadeiros. Guga Carvalho foi morar na Espanha onde passou a trabalhar com Silvia Compte. O encontro entre os três aconteceu em 2013, em Barcelona (Espanha), onde Sílvia Compte e Guga Carvalho residem e desenvolvem trabalhos também por toda a Europa.

As habilidades de cada um criaram o ambiente perfeito para o desenvolvimento das cenas. De volta ao Brasil, finalizaram o processo sob a direção de Claudio Carneiro. O espetáculo estreou em junho de 2014 no Sesc Pompeia, em São Paulo, onde cumpriu temporada regular com grande repercussão e sucesso de público e foi selecionado pelo edital Proac de Circulação para companhias circenses.