Chupa-cabras é localizado em caixas do Banco Itaú

Acionados por uma correntista os policiais militares cabo Chavari e soldado Minici estiveram este final de semana na agência do Banco Itaú, na Rua Amando de Barros região central da cidade, para fazer a apreensão de um dispositivo adaptado em caixas eletrônicos, conhecido como chupa-cabras, com a finalidade de lesar clientes, retendo o envelope de depósito.

Uma testemunha que iria efetuar uso de um dos caixas eletrônicos suspeitou de um objeto estranho no terminal e acionou a polícia. Na vistoria policiais detectaram que haviam dois caixas eletrônicos com chupa-cabras (ou chupa-envelopes) e em um dos caixas havia um envelope que ficou preso por linhas de nylon para, posteriormente, ser retirado pelos ladrões.

A Polícia Técnica e Científica esteve no local  retirando os aparelhos e o envelope intacto, sendo, então, os dados conduzidos ao Plantão Permanente onde o envelope foi aberto pela delegada Ana Paula Baston Theodoro e constatando que havia R$ 150,00.  Os aparelhos foram apreendidos e o sistema de segurança do banco poderá ajudar a polícia a descobrir quem teria instalado os dispositivos naquela agência.