Certificado mototaxistas para exercício da profissão

São 83 mototaxistas com atividade especificada na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) que estão aptos a atuar de forma legalizada neste segmento de mercado no Município em razão da Prefeitura de Botucatu promover a entrega dos certificados do curso especializado para mototaxista. Evento aconteceu na Associação Atlética Botucatuense (AAB).

Curso foi oferecido de forma gratuita na Universidade do Trabalhador (Unit – polo 1) e incluiu aulas teóricas e práticas divididas em 30 horas. Os temas abordados foram: Ética e Cidadania na Atividade Profissional; Noções Básicas de Legislação; Gestão do Risco Sobre Duas Rodas e Segurança e Saúde; Transporte de Pessoas; além de Prática de Pilotagem Profissional.

O curso especializado para mototaxista é uma determinação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), em vigor desde agosto de 2012, aos profissionais que exercem atividades remuneradas na condução de motocicletas e motonetas para o transporte de passageiros (mototaxista) e mercadorias (motofretistas).

A Prefeitura de Botucatu entrou em contato com o Detran-SP e apresentou os documentos necessários para que o Município estivesse apto a oferecer os cursos obrigatórios e em setembro de 2013 foi credenciada e, em parceria com o Serviço Social do Transporte / Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest/Senat), formou as cinco primeiras turmas.

O prefeito de Botucatu, João Cury Neto, elogiou o esforço dos mototaxistas em buscar qualificação e se comprometeu em apoiar outras iniciativas desta classe de trabalhadores. “Vocês (mototaxistas) deram o primeiro passo para se diferenciarem no mercado porque buscam melhores condições e nada mais justo que o Poder Público dê este incentivo. Esta atividade é muito importante porque muitas pessoas dependem do serviço prestado por vocês”, argumenta.

Segundo Eliseu Vitor, um grupo de mototaxistas já articula a criação de uma associação ou cooperativa na qual auxiliaria no aprimoramento do serviço na Cidade. “E este curso foi ótimo por isso, porque trouxe uma conscientização maior sobre direção defensiva, a importância de tratar o passageiro de forma mais educada e até se apresentar melhor. Tudo isso faz diferença na qualidade do serviço prestado e aumento da nossa credibilidade”, justifica.

Paralelamente a Guarda Civil Municipal (GCM) já tem realizado visitas ? s empresas de mototaxi credenciadas em Botucatu para verificar os profissionais que estão habilitados a prestar o serviço conforme prevê o Contran. A Prefeitura agora busca viabilizar junto ao Sest/Senat um novo curso ? categoria, mas desta vez para a atividade de motofretista. Para isso precisa preencher 150 vagas. Os interessados podem procurar a Unit 1 (Rua Moraes Barros, nº 397 – Centro) para efetuar uma pré-inscrição. O telefone da Unit 1 é o (14) 3814-7346.