Centro de Detenção da região terá vagas para 760 presos

Fotos: Divulgação

 

A pouco menos de um ano da previsão de serem concluídas, as obras do novo Centro de Detenção Provisória (CDP), de Itatinga, estão caminhando normalmente. O diretor de Base do Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo (Sifuspesp), José Ricardo Mesiano esteve no local duas vezes este ano (março e junho) para acompanhar o processo que no passado ficou paralisada por mais de quatro meses, gerando atraso que não estava previsto no contrato.

Da estrada já se pode ver a parte externa da edificação do prédio em construção. “Estão levantando paredes. Na parte interna ainda não há nada: as celas (tudo pré-moldado) ainda não estão lá. Não tem nada por dentro”, observou Ricardo Mesiano. A previsão inicial é de que o CDP de Itatinga será inaugurado em junho de 2015 e o valor da obra ultrapassa aos R$ 48 milhões.


“Pela nossa experiência em acompanhar obras desse tipo, a unidade tem previsão para ficar pronta só no próximo ano, entre os meses de maio e junho”, disse o sindicalista. Desde a visita inicial ao futuro CDP de Itatinga houve averiguações de atrasos no andamento das obras. A primeira previsão para conclusão da construção era para junho deste ano, mas devido as paralisações a data foi alterada para 2015.

Desde o ano passado, a nova diretoria do Sifuspesp assumiu como uma das ações o acompanhamento das obras de construção de novas unidades prisionais. O assunto é de interesse de todos os trabalhadores, e em especial daqueles que aguardam ansiosamente pela oportunidade de se transferirem para perto da família.

O CDP a ser instalado na região de Botucatu segue as normas arquitetônicas de outras unidades já construídas em diferentes cidades do Estado de São Paulo e tem capacidade para abrigar cerca de 760 presos. Hoje a demanda de presos da região de comando da seccional que agrega 13 cidades, é de 400 presos.

 

Atualmente, os presos da região que ainda não foram julgados são encaminhados para o CDP de Cerqueira Cesar, inaugurado em fevereiro do ano passado que está com sua capacidade acima do normal. A reportagem apurou que o local construído para 760 vagas conta, atualmente, com mais de mil detentos e a tendência é que esse número aumente nos próximos meses.

 

Complexo de Cerqueira Cesar está localizado na zona rural da Cidade, na SP-245 Rodovia Salim Antonio Curiati, na altura do quilômetro 21. Foi inaugurado como parte do projeto do governo estadual de desativação das cadeias das cidades da região que estavam sem as mínimas condições estruturais e físicas de atender a demanda de presos causando a superlotação. Botucatu, São Manuel, Itatinga e Conchas foram alguns municípios que tiveram as cadeias desativadas.