Causador de acidente fatal deverá ir a júri popular

Acusado de homicídio doloso qualificado Jesuíno Vieira Viriato, de 43 anos de idade deverá ser submetido a um júri popular, por ter sido o causador de um acidente na altura do km 223 SP-280 Rodovia Presidente Castello Branco, município de Itatinga, que resultou numa vítima fatal.

Aponta o Boletim de Ocorrência (BO) que o acusado estava embriagado e trafegou por cerca de dez quilômetros pela contramão na rodovia por volta das 21 horas de segunda-feira (15) conduzindo um Fiat Palio com placas de Botucatu e veio a bater de frente com um Ford Ka, com placas de Rancho Alegre, no Paraná, causando a morte da passageira e deixando o condutor gravemente ferido.

A passageira do Ford Ka, Renata Cristina de Souza Alves dos Santos, de 18 anos, ficou presa nas ferragens e morreu no local. Já o motorista do carro, Maicon Weslley Ozeto (a idade não foi informada) foi encaminhado em estado grave para o Pronto-Socorro (PS) do Hospital das Clínicas (HC) de Botucatu, onde permanece internado.

O condutor do Palio, que teve apenas ferimentos leves, foi submetido ao teste do bafômetro que apontou a presença de 0,81 miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões. Foi conduzido ao Hospital das Clinicas da Unesp de Botucatu para ver medicado e saiu com a prisão decretada por embriaguez ao volante e homicídio doloso e deverá aguardar o julgamento no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Cerqueira César.