Caso Eliza Samudio coloca Botucatu em Rede Nacional

“Eu, pessoalmente, não acredito, mas pela experiência que tenho trabalhando na área policial entendo que nenhuma hipótese pode ser descartada quando um trabalho investigativo está em andamento”, foi o comentário do diretor do {n}Jornal Acontece {/n}, Quico Cuter, quando entrevistado pelo repórter Tony Castro da Rede TV, sobre a possibilidade da perna encontrada no Rio Tietê na Ponte do Jaú, ser de Eliza Samudio, ex-amante de Bruno, goleiro do Flamengo que está desaparecida há cerca de um mês e até agora não se sabe o que aconteceu.

Castro esteve em Botucatu para fazer uma reportagem a pedido da produção do programa “A Tarde é Sua”, apresentado pela jornalista Sonia Abrão, em Rede Nacional. A reportagem completa foi ao ar na tarde desta sexta-feira(30) e a equipe da Rede TV foi acompanhada pela reportagem do {n}Acontece{/n}. A suspeita de que este membro encontrado nas proximidades da ponte na Rodovia Geraldo Pereira de Barros, possa ser de Eliza partiu do delegado da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Celso Olindo, que solicitou que um exame de DNA fosse feito.

{bimg:7935:alt=interna3:bimg}

“O que posso dizer é que a polícia está empenhada em identificar de quem é aquela perna. Somente agora é que foi levantada a suspeita de que o membro poderia ser de Eliza Samudio. Estivemos acompanhando este caso desde quando a perna foi localizada e o estranho é que embora a equipe de mergulhadores do Corpo de Bombeiros tenha realizado buscas, nenhuma outra parte do corpo foi localizada”, comentou o jornalista, que publicou a notícia no dia 03 de julho, a menos de duas horas depois de o membro ser encontrado.

{bimg:7933:alt=interna1:bimg}

Quando esteve em Botucatu na quarta-feira, o repórter enfatizou que a própria Sonia Abrão se interessou pela história. “O Brasil só fala nisso e o fato dessa perna ter sido encontrada em Botucatu, de forma misteriosa, realmente chama a atenção, pois coincide com o desaparecimento da Eliza. Estamos acompanhando este caso desde o primeiro dia e sempre aparece um fato novo”, disse Castro.

{n}Mais uma pista{/n}

Outra possibilidade é que essa perna seja de uma mulher de 60 anos de idade, chamada Maria Helena da Silva Oliveira, que é de Avaré e está desaparecida desde o dia 24 de junho. Na manhã da próxima segunda-feira (02/08) ? s 11 horas, a família dessa mulher deverá estar na DIG para que seja coletada amostra de sangue para exame de DNA.

{bimg:7934:alt=interna2:bimg}

“Acho que a possibilidade da perna ser de Eliza é mínima, mas tudo precisa ser apurado e todas as pistas e indícios devem ser checados. Por isso, encaminhamos matéria genética pra São Paulo para que um exame de DNA seja feito. Paralelo a isso, estamos aguardando os familiares dessa senhora de 60 anos para que o exame de DNA seja feito. Nos dois casos, só com o resultado desses exames é que poderemos ter uma certeza para estas suspeitas que foram levantadas”, salientou Celso Olindo.

Vale lembrar que o caso da perna encontrada no Rio Tietê foi publicado no {n}Jornal Acontece {/n}dia 3 de julho. O membro estava enroscado em meio aos iguapés, cortada, cirurgicamente, do joelho para baixo e separada da região da coxa por uma incisão feita na cartilagem do joelho. A Polícia Técnica/Científica de Botucatu esteve no local e deduziu que era uma perna feminina pelo formato e o pelo esmalte cor de rosa nas unhas dos pés. Até agora o encontro dessa perna se constitui em um verdadeiro mistério para a polícia.

{n}Assista o vídeo do programa “A Tarde é Sua” da Rede TV exibido hoje (30/07), onde aos 4 minutos e 21 segundos, o repórter Tony Castro inicia o relato sobre o caso do aparecimento da perna feminina em Botucatu, a reportagem do {n} Acontece {/n} acompanhou tudo bem de perto, confira…{/n}

Fotos: Valéria Cuter