Casal perde a vida em acidente na Castelinho

Um casal que trafegava em uma motocicleta Honda modelo CBX 250cc, placa BYK-1866, de Botucatu, teve morte violenta na madrugada desta quinta-feira, por volta das 4 horas, ao atingir o km 20 da Rodovia João Hipólito Martins – Castelinho. Esse veículo estava sendo conduzido por Alessandro de Araújo da Silva (23), que levava como passageira Fabiana Amélia Rizzo (25).

Consta que o condutor da motocicleta ao atingir o citado quilômetro perdeu o controle de direção do veículo e veio a chocar-se, violentamente, contra a traseira de um caminhão da Concessionária Rodovias Tietê, placas EJZ-5302, de Tatuí, que naquele momento estava atendendo um caminhão que havia tombado na pista. O condutor do veículo da concessionária era André Barbosa Pires.

Segundo relatos contidos no relatório policial, a motocicleta quebrou três cones de sinalização que estavam na pista, antes de atingir a traseira do caminhão. Com o impacto da colisão, Alessandro e Fabiana, sofreram várias fraturas e morreram no local.

Compareceu no local a Polícia Técnica Científica com a viatura de prefixo S-0381 com o perito Benedito e o fotógrafo Alessandro. Os corpos foram retirados do local pela Funerária do Sagrado Coração de Jesus de Botucatu/SP. O acidente foi registrado em Boletim de Ocorrência pela delegada Michela Aparecida da Silva, no Plantão Permanente.

{tam:25px}
Caminhoneiro morre acidentado na serra{/tam}

{bimg: 21402:alt=interna1:bimg}

Ainda nesta sexta-feira, outro acidente que acarretou mais uma vítima fatal foi registrado no km 236 da Rodovia Marechal Rondon, pista leste, em um trecho de declive na Serra de Botucatu. A vítima fatal foi o motorista Carlos Alberto Lyra, de 44 anos, da cidade de Jales-SP, que conduzia o caminhão Mercedes Benz, modelo L-2014, placas GLD-9507, de Santa Fé do Sul (SP), com um carregamento de farinha de osso.

Por motivos que ainda não foram esclarecidos, Lyra trafegava com o caminhão sentido Botucatu/Anhembi, quando veio a perder o controle da direção do veículo de carga e capotou na pista. Preso nas ferragens da boléia do caminhão, o motorista teve morte instantânea. O acidente foi registrado em Boletim de Ocorrência (BO), pelo delegado titular do 3º Distrito Policial de Botucatu, Antenor de Jesus Zeque.