Capotamento em vicinal tira a vida de jovem de 19 anos

Um acidente de trânsito registrado no km 06 da rodovia vicinal Gastão Dal Farra (acesso 241 da SP-300, Rodovia Marechal Rondon), durante a madrugada desta terça-feira (20) na região da antiga Cesp, ceifou a vida do jovem Fábio Cortez Machado Ribeiro, de apenas 19 anos de idade.

Ele estava como passageiro de um veículo VW Gol, placas ZUT-6997, de Botucatu, conduzido por Vitor Martins da Costa, de 20 anos. Além do condutor e da vítima fatal, ainda estavam no carro outros dois jovens: Guilherme Parrillo e Diogo Torres de Moraes. A exceção de Fábio Ribeiro, nenhum dos demais ocupantes do veículo se feriu com gravidade.

Descreve o Boletim de Ocorrência (BO) que os quatro rapazes teriam ido a uma festa nas imediações da Antiga Cesp e quando estavam retornando para o centro da cidade, por volta das 1h50, o condutor, por motivos ainda não apurados, perdeu o controle e o VW Gol capotou.

A Polícia Militar Rodoviária esteve no local, assim como a ambulância do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), que atendeu as vítimas leves e a equipe de resgate do Corpo de Bombeiros, que socorreu Fábio Ribeiro com vida até o Pronto Socorro (PS) da Unesp, mas ele não resistiu aos ferimentos e veio a falecer. A Polícia Técnica Científica fez a colheita de dados para elaborar o laudo pericial que poderá auxiliar a apuração das causas desse acidente. O inquérito policial irá correr pela Central de Atendimento I da Polícia Civil, região central da Cidade.

Em clima de muita comoção, amigos e familiares estiveram presentes ao Complexo Funerário Orlando Panhozi, que fica na Rua General Telles ao lado do Cemitério Porta das Cruzes, região central, para prestar as últimas homenagens e esse jovem que perdeu a vida, precocemente.

{n}Manifestação popular{/n}

Este ano, a Rodovia Gastão Dal Farra foi motivo de uma manifestação popular organizada pela ‘Associação de Agentes de desenvolvimento Local do Parque Residencial 24 de Maio e Região’, Associação de Moradores da Demétria’ e ‘Rede Social Tear’, com apoio da Câmara e Prefeitura de Botucatu, com o objetivo de fazer melhorias naquela via e evitar acidentes.

Entretanto, o investimento na estrada é um assunto complicado porque ela não é administrada pelo Município, que fez a iluminação em um bom trecho da rodovia. Parte da Gastão Dal Farra é administrada pela Concessionária Rodovias do Tietê e a outra pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) – órgão vinculado ao Governo do Estado de São Paulo. Os moradores realizaram esta movimentação popular, pois entendem que é a melhor maneira de chamar a atenção para o problema e conseguir melhorias na via.

Entre as reivindicações da população estão: implantação de acostamento ao longo de toda a rodovia; rotatórias nas áreas de acesso aos bairros; sinalização adequada com faixas para travessia de pedestres; redutores de velocidade com radares instalados desde a saída da Cidade até a Colônia Santa Marina; pontos de ônibus cobertor na entrada dos bairros e ciclovia até o Bairro Demétria.

Fotos: Valéria Cuter