Caminhão desgovernado bate contra Posto de Saúde

Por muito pouco não acontece uma tragédia em Botucatu, especificamente no Jardim Aeroporto, onde está instalado o Posto de Saúde Escola (PSE), bem próximo ao Cemitério Jardim de Botucatu. Um caminhão Baú, placas EEJ-0595, de Avaré, desgovernado, literalmente, “entrou” em uma casa onde o posto está instalado, destruindo a parede lateral da garagem.

Segundo apurou a reportagem, esse caminhão estava numa rua acima do posto (Rua 5, nº 27) sendo lavado pelo proprietário Adilson Aparecido dos Santos, de 42 anos. Como estava em um aclive e desengatado, acabou “descendo” rua abaixo. O proprietário ainda tentou subir na cabine e frear o veículo, mas acabou sendo lançado na calçada sofrendo ferimentos no braço direito e costelas, sendo necessário seu encaminhamento ao Pronto Socorro da Unesp.

Depois de estourar o alambrado, o caminhão bateu violentamente contra a lateral da garagem, onde havia um grupo de pessoas fazendo exercícios físicos e duas mulheres acabaram sofrendo escoriações. “Primeiro ouvimos gritos na rua e depois o barulho do caminhão batendo na parede. Foi um susto muito grande e, felizmente, ninguém se feriu com gravidade. Pela situação poderia ter acontecido um acidente muito grave”, observou a agente de Saúde, Cristiane de Souza.

O coordenador da Defesa Civil do Município, Domingos Chavari Neto, esteve no local e acompanhou o trabalho que foi desenvolvido pelos peritos da Polícia Técnica Científica. “É um bem público que foi danificado e agora vamos fazer um relatório para a Secretaria de Obras para que os reparos sejam feitos”, disse Chavari.

A moradora Célia Regina Moreira Duarte ficou assustada quando percebeu o caminhão batendo na parede. “Eu estava voltando da padaria quando ouvi gritos e vi o caminhão descendo pelo gramado, arrebentando a cerca e batendo na parede do posto, mas não deu para perceber que não tinha ninguém na direção”, lembra a mulher. “Na hora a gente só pensa no pior e achei que tinha acontecendo uma tragédia”, complementa a mulher.

Fotos: Valéria Cuter