Caminhão carregado de farinha bate em duas casas

“Embora os danos ao caminhão e nas casas tenham sido consideráveis, não houve feridos com gravidade”. Foi este o comentário do coordenador de Defesa Civil do Município, Domingos Chavari Neto, que esteve presente em um acidente de trânsito ocorrido na manhã desta segunda (30) por volta das 10 horas, no Distrito de Vitoriana e que por muito pouco não se transforma em uma tragédia.

Um caminhão Mercedes Bens, placas CPJ-2300, de Avaré, carregado com 262 sacos de farinha de trigo, trafegava sentido Botucatu/Vitoriana e o motorista Marcelo Albergoni, ao fazer a curva que dá acesso a Avenida Conde Serra Negra (principal via da localidade) perdeu o controle da direção do veículo, por falta do freio, e bateu, violentamente, em duas casas e tombou.

Primeiramente, o caminhão atingiu a residência de Maria Laudiceia Carnietto, na Avenida Conde de Serra Negra, que estava desabitada e, em seguida, bateu contra a casa onde mora Tânia Camila Antunes de Aquino, que fica nos fundos, já com acesso pela na Rua Alexandre Damandaré. Com o impacto da colisão o motorista ficou preso nas ferragens e teve que ser retirado pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros e levado ao Pronto Socorro (PS) da Unesp, com ferimentos, aparentemente, leves. O caminhão teve perda total.

Nessa casa dos fundos (alugada) o caminhão desgovernado, literalmente, entrou no quarto e atingiu o berço de uma criança de 04 anos de idade. Se essa criança estivesse em seu berço, seguramente, teria ferimentos graves, atingida por concreto, telhas e tijolos. A moradora estava na cozinha e levou um grande susto ao ouvir o barulho da colisão.

No local esteve a Polícia Técnica Científica com o perito Benedito e o fotógrafo Fernando para colher dados que possam ajudar a Polícia Civil a esclarecer os motivos do acidente. O Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado pela Central II de Polícia Judiciária, na Vila dos Lavradores.