Caminhão carregado com soda cáustica tomba na Rondon

Entre os recentes acidentes que foram registrados na região de Botucatu nas últimas horas está o ocorrido no km 272, da SP-300 Rodovia Castello Branco, próximo a cidade de São Manuel, início manhã, por volta das 5h30, quando uma carreta placas DAH-8411, de Assis, com um carregamento de soda caustica, tombou na pista.

O condutor do veículo, Claudinei Aparecido da Silva relatou que perdeu o controle de direção do veículo de carga e não conseguiu evitar o tombamento. O veículo transitava no sentido capital-interior saiu de Santos e iria entregar a carga na Cidade de Agudos a uma empresa. Não houve congestionamento e nem vazamento da carga e ninguém ficou ferido.

Técnicos da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb), ligada ? Secretaria do Meio Ambiente do governo paulista,estiveram no local para avaliar a situação, já que a soda cáustica (hidróxido de sódio) é usado na indústria, principalmente como base química na fabricação de papel, tecidos e detergentes. Domesticamente, é utilizada para desobstrução de encanamentos, pois é altamente corrosivo. No ser humano, pode produzir queimaduras, cicatrizes e até cegueira.

{n}Castelinho{/n}

Já na rodovia João Hipólito Martins, a Castelinho, que liga Botucatu a Castelo Branco uma caminhonete capotou e só parou no canteiro central. Segundo informações da concessionária que administra a rodovia, o motorista de 23 anos disse que dormiu ao volante. Ele estava sozinho e não se feriu.

{n}Na Rua{/n}

Outro acidente envolvendo um caminhão de entregas de uma rede de lojas registrado ela Polícia Militar foi a queda em um buraco na Vila Assunção, próximo a Rodovia João Hipólito Martins – Castelinho. O motorista passou por cima de um conserto de vazamento de água, feito por uma empreiteira, que presta serviços a Sabesp.

Apurou-se que, em razão das chuvas que caíram durante a madrugada, a terra não resistiu ao peso do veículo e cedeu. A roda ficou atolada e o motorista não conseguiu sair, danificando a parte frontal do caminhão. O responsável pela empreiteira, que estava no local, disse que a empresa vai pagar o prejuízo.