Câmera de segurança filma ação ousada de ladrão em loja

Fotos: Valéria Cuter / reprodução

Através de imagens gravadas pelo sistema de segurança, os policiais especializados da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) poderão identificar um rapaz que cometeu um furto contra a loja Dolcci, que fica na Praça Rubião Júnior, região central da Cidade, onde o fluxo de transeuntes é acentuado.

Três pessoas (duas mulheres e um homem) entraram na loja durante a tarde e passaram a observar os produtos nas prateleiras. O rapaz pediu uma camisa que foi deixada em cima do balcão. Na sequência foi ao mostruário e pegou um suéter enrolando nele a camisa que estava no balcão e foi ao trocador dizendo que iria experimentar. A ação do rapaz foi percebida pela atendente Eliane. Saiu do provador com a camisa escondida na cueca. Depois tirou o suéter e saiu da loja.

As duas meninas que o acompanharam quando atentaram que a atendente havia percebido a ação do companheiro passaram a proferir palavras de baixo calão e fazer ameaças de agressão. Uma delas tinha o cabelo pintado de vermelho, que poderá facilitar sua identificação. Os três saíram da loja e entraram em um Fiat Punto, de cor vermelha, que estava estacionado há 30 metros da loja.

“Eu estava atendendo e percebi que o rapaz havia saído do provador e colocado a camisa na cueca, mas fiquei com medo de falar, porque uma das meninas não tirava a mão da abertura da bolsa e poderia estar armada. Quando perceberam que eu havia descoberto (o furto) passaram a me xingar, mas não me agrediram, fisicamente”, lembra Eliane.

O Boletim de Ocorrência (BO) foi confeccionado pelo delegado da 1ª Central de Polícia Judiciária, Marcelo Lanhoso de Lima, que encaminhou o caso ao setor investigativo já que existe suspeita de o trio estar envolvido em outros casos de furtos que carecem de elucidação. A camisa levada pelo ladrão é da marca Dudalina e custa R$ 249,00.