Camelódromo é fiscalizado pela Polícia Federal

Fotos: David Devidé

 

Na manhã desta quinta-feira (11) agentes da Polícia Federal de Bauru, com apoio da Polícia Militar (PM), realizou uma operação de fiscalização no Centro Popular Comercial “Ângelo Garrido Fernandes”, na Rua Curuzu,  mais  conhecido como Camelódromo e fizeram uma verdadeira varredura no local para coibir o contrabando e descaminho.

Barracas foram vistoriadas e muitos produtos acabaram apreendidos. Para deflagrar essa operação em Botucatu, a Receita Federal, acumulou várias denúncias. Tudo o que foi aprendido como brinquedos, relógios, eletrodomésticos, entre outros produtos foram encaixotados, colocados em caminhões e deslocados para Bauru, exceto os CDs e DVDs que foram conduzidos até a 1ª Central de Polícia Judiciária para serem avaliados e catalogados, pois trata-se de crime contra os direitos autorais.

“Todos os produtos que não tinham notas fiscais foram apreendidos. Agora os comerciantes só poderão retirar os produtos se apresentarem as notas, na Receita Federal, em Bauru. Infelizmente, o contrabando é crime e tem que ser combatido. Sabemos que muita gente depende disso para viver, mas precisam que entender que não podem vender produtos sem nota”, comentou o major Semensati, que acompanhou a operação.