Cachorra que apanhava em Bofete é resgatada pela polícia e entregue à ONG de proteção

Paloma na delegacia, sendo entregue ao advogado da ONG 

 

A cachorra Paloma, que apareceu apanhando em um vídeo gravado em Bofete nesta semana foi resgata na manhã desta sexta-feira, 20, pela polícia Civil. Uma vizinha, conhecida dos donos, retirou o animal e informou ao Acontece Botucatu que iria levar a cachorra para uma casa em Conchas, onde mora o pai. Porém, um pouco mais tarde, um investigador da policia Civil de Bofete compareceu no local, de posse de um mandado judicial, expedido no final da tarde de quinta-feira, com autorização para o resgate da cachorra.

Ela foi levada para a delegacia e será entregue a uma Associação de Defesa de Animais, que preferiu não divulgar o local para onde será levada. Uma voluntária, que autou nesse caso falou ao Acontece Botucatu. “Há cerca de duas semanas, recebemos o vídeo, de uma pessoa que não quis se identificar, pois a mesma sabia da violência do tutor da cachorra, não só com animais. Passamos as mesmas correndo atrás de promotor, polícia, prefeitura municipal de Bofete, entenda -se vigilância sanitária e as respostas foram respectivamente: "o promotor não se encontra"; "não podemos fazer nada sem um mandado"; "não é nosso problema, pois se trata de uma briga de vizinhos". Na quarta-feira me irritei com essa resposta da vigilância que era nossa última esperança e resolvi postar o vídeo, esperando o apoio e pressão da população”, disse a jovem que preferiu não ter o nome divulgado.

Ela comemorou o final feliz ao caso. “Graças a Deus foi o que aconteceu. Dezenas de pessoas apareceram, contatos com prefeituras, delegacias, imprensa e a denúncia se espalhou e finalmente hoje o delegado resolveu o problema. Agora ela será avaliada por veterinários e vai ser encaminhada para a Associação Amor de Bicho de Porangaba e assim como todos os que vivem lá, vai precisar de doações, amor, carinho e se Deus quiser, um lar consciente”, finalizou.

 

Relembre o caso

Internautas de Botucatu, principalmente os ligados à causa animal, se revoltaram com um vídeo postado no facebook em que um homem aparece espancado um cachorro no quintal de uma casa. As imagens foram gravadas de um imóvel vizinho ao local, que fica na rua O local seria a Rua Antonio Felipe, na Vila do Trevo, na cidade de Bofete.

“E o poder público de Bofete faz o que? NADA!!! Absolutamente nada!!! Já foi acionada polícia ambiental, militar, civil, zoonoses e todo mundo tirou o corpo fora. Já é o segundo vídeo gravado, no primeiro é possível ver o agressor ESPANCANDO o cão. Está aí para você pensar que logo tem eleição. E sabe do que? Eles estão se lixando para os animais! É uma vergonha sem tamanho! A ONG de Porangaba está empenhada em retirar os animais, mas, sem apoio fica impossível! Nos ajude!! Compartilhe o maior número de vezes!!! Estamos nos mobilizando com ligações, tentando fazer contatos. Se você é de Bofete ou conhece alguém de lá, nos ajude. Aliás, ajude esses animais pelo amor de Deus!”, disse Sara Fernandes em uma postagem enviada ao Acontece Botucatu.

A postagem foi feita por uma integrante de uma associação de proteção aos animais. Isso acontece todos os dias na cidade de Bofete, ao lado de nossa Associação e não podemos fazer nada! Não temos apoio da população de Porangaba e muito menos de Bofete. As Prefeituras que já não ajudam com nada financeiramente, agora vem nos dizer que nada podem fazer, já que se trata de uma briga de vizinhos. Sim, a vigilância de Bofete NÃO IRÁ FAZER NADA e a justiça, prefiro não comentar. O poder público vai deixar esse animal morrer nas mãos desse ser nojento, mesmo tendo B.O., depois de termos procurado o promotor, prefeitura, e de nos prontificarmos com um lar para ele”, disse a denunciante na rede social.

Com a postagem em vários grupos, muitos voluntários se ofereceram a ir até o imóvel para tentar resgatar o animal. Em outro vídeo postado, o cão aparece deitado na chuva, amarrado, sem local para se abrigar. “Esse vídeo foi gravado ontem (18/5), e podemos ver a cachorrinha abandonada na chuva! Ela se abriga embaixo do carro, mas quando chove, enche de agua e ela não tem o que fazer. A situação é ainda mais grave hoje, pois Bofete é uma cidade pequena e se o nojento já estiver sabendo da divulgação dos vídeos, sabe se Deus o que poderá fazer com o animal para se vingar. Por favor, precisamos de alguém que nos ajude a retira-la de lá”, pede.