Botucatu terá projeto para vulnerabilidade social

Fotos: Luiz Fernando

Estiveram reunidos na sede da Guarda Civil Municipal (GCM) o secretário municipal de Segurança Pública e Direitos Humanos, delegado Adjair de Campos e o presidente do Conselho de Segurança (CONSEG), Clóvis de Almeida Martins, onde iniciaram estudos e pesquisas para conceber um novo projeto de caráter social e preventivo para pessoas em situação de vulnerabilidade.

“O objetivo é atender as pessoas mais fragilizadas da sociedade, tais como idosos, vítimas de violência doméstica, desnutrição, condições precárias de moradia, sem família e emprego, e em outras situações de risco. O projeto que entrará em execução no segundo semestre terá a participação de outras secretárias da prefeitura e outras entidades da sociedade civil”, explica Adjair de Campos.

“Estamos buscando uma parceria moderna, integradora e conseqüente entre o setor público e privado, porque nenhum dos dois resolverá sozinho o desafio. “É preciso que os dirigentes, tanto das organizações privadas quanto dos organismos públicos de assistência social, tenham essa visão mais ampla de população carente e entendam a multifatoriedade do risco social”, complementou Martins.