Bombas caseiras são arremessadas em área da DISE

Três coquetéis de molotov (bombas incendiárias caseiras) foram lançados em área da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE), na madrugada desta segunda-feira. Os artefatos foram atirados no quintal onde são guardados, provisoriamente, veículos apreendidos em operações. Nenhuma das garrafas chegou a se quebrar, mas duas delas espalharam fogo e a terceira apagou ao tocar o chão.

Os coquetéis não causaram nenhum dano, mas o barulho clamou a atenção de vizinhos que acionaram a Polícia Militar que esteve no local e apagou o fogo e as chamas dos artefatos ficaram longe do prédio da delegacia. A polícia suspeita de que os coquetéis foram arremessados contra a área da delegacia em represália às prisões que estão sendo feitas e o caso está sendo investigado.

O coquetel molotov é uma arma química incendiária geralmente utilizada em protestos e guerrilhas urbanas. A sua composição mais frequente inclui um líquido altamente inflamável e perigoso ao ser transportado, geralmente uma mistura química de petróleo, gasolina, ácido sulfúrico, clorato de potássio, açúcar e éter etílico formam sua composição.

Os compostos são misturados no interior de uma garrafa de vidro, e pano embebido do mesmo combustível na mistura de pavio, desnecessário se for arremessado sobre o alvo, devido à composição química no interior e a faísca produzida no choque da garrafa, que explode e o impacto espalha o conteúdo inflamável sobre o alvo.

Foto: Luiz Fernando