Avô é acusado de abusar sexualmente de criança de dois anos

O caso ainda está no início das investigações e, em razão disso, dados sobre as pessoas envolvidas e endereço, por motivos óbvios, serão mantidos em sigilo até que tudo seja, devidamente, esclarecido. O inquérito policial está correndo pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) e presidido pela delegada titular, que tem Simone Alves Tuono, como delegada titular.

Consta que um menino de dois anos de idade, levado pela mãe e avó, deu entrada no Pronto Socorro da Unesp, apresentando fissuras na região anal. Após fazer a consulta, a equipe médica verificou que a criança apresentava lesões e teria sido molestada. O detalhe é que este caso teria acontecido na semana passada, em Rubião Júnior, mas só foi denunciado dias depois e o acusado não seria avô biológico desse menino e vive, maritalmente, com a avó há 18 anos.

De acordo com a delegada, as pessoas que estão envolvidas diretamente nesse episódio serão ouvidas nos próximos dias. Ela também aguarda o resultado do exame de corpo de delito e deverá ouvir os envolvidos no caso. “Por enquanto nada podemos adiantar sobre o caso. Vamos presidir o inquérito para esclarecermos o que, de fato, aconteceu”, ressaltou Simone Tuono.

Foto: Valéria Cuter