Assaltante foge de frentista e acaba preso pela PM

“Atitudes como esta tomada pelo frentista devem ser evitadas e a polícia orienta ? população que não reaja em casos de assalto. Uma reação inesperada por parte da vítima pode levar o criminoso a agir de forma impulsiva e violenta”.

Foi o que disse a capitão da Polícia Militar, Kátia Regina Christófalo (foto) sobre uma reação de assalto ocorrida na manhã desta sexta-feira (14) que resultou na prisão de um rapaz de 21 anos de idade chamado Tainã Henrique Mançan dos Santos, na Praça Dom Pedro I, na Vila Antártica.

Tudo começou quando Tainã entrou no Auto Posto Berimbau, na Vila dos Lavradores e pediu para usar o banheiro. Quando saiu estava com a mão embaixo da camisa simulando estar armado e anunciou o assalto ao frentista de 48 anos de idade, porém, aconteceu o inesperado. A vítima apanhou uma barra de ferro e enfrentou o marginal, que saiu correndo.

Em patrulhamento pela Praça Dom Pedro, os policiais localizaram o acusado e lhe deram voz de prisão. O rapaz teria alegado que simulou estar armado para conseguir dinheiro para comprar droga. Encaminhado ao Plantão Permanente, foi autuado em crime de roubo tentado e recolhido ? Cadeia Pública local.

Embora tudo tenha terminado bem, a capitão da PM alerta que em muitos casos o assaltante é usuário de drogas, então as reações são imprevisíveis. “A vítima deve agir de forma cautelosa, com movimentos lentos e entregar tudo o que for pedido. Depois ela tenta resgatar junto ? polícia os seus pertences. O maior bem que nós temos é a nossa vida”, ressalta Kátia Christófalo.