Apreendidos 130 cachorros vítimas de maus tratos

A Vigilância Ambiental em Saúde (VAS) de Botucatu e a Polícia Militar (PM), estiveram em uma residência na Vila Casa Branca para averiguar uma denúncia de maus tratos contra animais.

Ela foi feita pelos vizinhos da moradora, uma vez que o cheiro e o barulho incomodavam outras pessoas. Diante do fato, a VAS, através da Secretaria Municipal dos Negócios Jurídicos, obteve uma liminar, tornando a ação possível.

Durante essa inspeção, foi constatada a presença de dezenas de animais em condições precárias. Falta de higiene e espaço físico incompatível com a quantidade de cachorros no local afetava o bem estar dos mesmos. Devido ? s condições apresentadas, a VAS em parceria com a Associação de Proteção dos Animais (APA) retirou os 130 animais da propriedade.

O comércio de animais em Botucatu deve estar de dentro da lei 4.904, de 11 de abril de 2008, pelo qual os criadores não regularizados podem ser autuados perdendo seus animais. De acordo com a VAS, a dona da casa, responsável pela venda dos animais, ainda pode ser autuada pelas péssimas condições do local.

De acordo com o supervisor de serviços de saúde ambiental e animal, Valdinei da Silva, a operação foi surpreendente. ”Nós recebemos muitas denuncias (telefone: 3813-5055 ou 150) e averiguamos muitos casos, mas nenhum com a quantidade de animais que apreendemos nessa operação”, resumiu.