Aposentado preso por porte ilegal de arma é libertado

O advogado criminalista Danilo Carreira conseguiu a liberdade de Aparecido Ricci, 58, que havia sido preso em flagrante na tarde do último sábado, por volta das 13h30, numa operação realizada pelos policiais militares Márcio, Moreno e Eliete, por porte ilegal de arma e ameaça. A prisão ocorreu em um bar na Rua Francisco Caricatti, região da Vila São Luís. Depois de prestar depoimento no Plantão Permanente, Ricci foi recolhido ? Cadeia Pública por determinação do delegado Sérgio Castanheira.

Apurou os policiais que, Ricci, há cerca de cinco meses, havia sido espancado por um morador daquela localidade de nome Fernando Adão Moreira, de 28 anos. Ao ver Fernando no bar, Ricci teria ido até sua casa apanhado uma pistola calibre 635, com nove projéteis intactos e retornado ao bar para acertar as contas com o desafeto. Porém, ele foi preso antes de tentar qualquer coisa contra Fernando. A desavença entre os dois homens foi por causa de uma mulher.

Na delegacia Ricci alegou que havia comprado a arma de um caminhoneiro para se defender, pois havia sido espancado por Fernando Moreira e chegou e ser levado desmaiado para o hospital. Moreira, em sua defesa, disse que era ele o ameaçado e chegou realmente a agredir Ricci há alguns meses em razão de ele ter “mexido” com sua mulher.

O advogado alegou em sua defesa que não havia motivos para manter Ricci preso. “Ele é aposentado, com residência fixa e sem antecedentes criminais. Ele estava com a arma com o único objetivo de se defender de novas agressões. Além disso, ficando em liberdade ele não traria qualquer problema para o andamento do processo, nem risco ? sociedade. Felizmente o juiz entendeu nossa alegação e ele vai poder responder em liberdade”, colocou o advogado.

Fotos: Jornal Acontece Botucatu