Ambiental apreende aves, armas e carne de animal silvestre

O 2º pelotão da Polícia Militar Ambiental de Botucatu com os sargentos Rabelo, Faria e Martins e soldado Andrade, durante atendimento a uma denúncia anônima sobre caça e posse de arma de fogo, esteve na Cohab 1, município de São Manuel. O nome do infrator não foi divulgado.

No local denunciado após contato com o morador foi franqueada a entrada da patrulha que efetuou buscas pelo local. Durante vistoria na residência, inicialmente, foram constatados dois pássaros silvestres (conhecidos, popularmente, como sabiás laranjeira) sendo mantidos em cativeiro sem autorização.

Em buscas no quarto da filha do acusado, foi localizado dentro de uma das gavetas do guarda roupa, uma peça de carne de capivara congelada. Já em um quarto de dispensa, os policiais encontram um pio de caça (objeto utilizado como chama para atrair aves para o abate); três espingardas de chumbo; 42 munições calibre 22 intactas; uma carapaça de tartaruga; uma luneta para uso em armas, além de um silenciador de arma de fogo.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão em flagrante delito ao acusado que acabou na Delegacia de Policia de São Manuel, onde a autoridade policial ratificou a prisão, ficando o infrator recolhido ? Cadeia Publica daquele município. Além da prisão, também foi efetuado três autos de infração ambiental valorados, por manter espécimes em cativeiro e por ter em deposito carne de animal silvestre totalizando R$ 5.135,00 de multa.