Agentes do GAPE participam de cursos de aperfeiçoamento

Agentes do Grupo Ações Preventivas Especiais (GAPE) de Botucatu realizaram, na Cidade de Santos, o Curso de Ações Táticas Operacionais Avançado (CATOA), ministrado pelas principais equipes policias do País. Este curso contou com intervenções noturnas, totalizando 36 horas.

A equipe de Botucatu se destacou e foi muito elogiada por todos os instrutores do curso, tendo melhor desenvoltura em todos os exercícios ministrados em relação aos demais alunos, trocando experiências, auxiliando em alguns exercícios, motivando os demais companheiros e encerrando o curso como a Equipe 01 (melhor desempenho dentre todas as equipes no treinamento).

O curso teve como objetivo preparar os profissionais da área de Segurança Pública, seguindo o padrão dos cursos ministrados ? SWAT (Internacionais), tendo como coordenador o delegado Luiz Antônio Pinheiro, do Grupo de Operações Especiais (GOE), da equipe de elite da Polícia Civil de São Paulo.

Durante o Curso foram abordados mais de 20 tópicos, entre ele os mais usados no dia-a-dia como: formação de equipe tática; técnicas de negociação e gerenciamento de crises ou reféns; tiro em movimento; combates em ambientes fechados; transposição de muros e janelas com coberturas táticas e noções de resgate e retirada de ferido ou refém sob fogo.
Também fizeram parte do curso: exercícios práticos com simulação de emboscada; noções e manuseio de carga explosiva, visando o profissional em uma abordagem decifrar este tipo de material, visto as facções criminosas estarem usando esse material em assaltos a caixas eletrônicos.

Outras práticas também fizeram parte do curso como: arrombamentos de portas com carga explosiva; assalto a ônibus de turismo ou circular; tiro sob baixa luminosidade e identificação de alvos tendo como objetivo elevar o stress físico e psicológico antes da realização do exercício com alguns fatores surpresas; técnicas de uso progressivo da força e distúrbio civil; noções de como agir em rebeliões, passeatas, greves, jogos e manifestações; técnicas de imobilização; uso de algemas e embarque, desembarque, abordagem e busca em veículos com suspeitos.

Estiveram presentes no curso, Forças de Segurança Nacional e Estadual, sendo elas a Polícia Federal, Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, do Estado de São Paulo, Polícia Civil, Exército Brasileiro, Guardas Civis Municipais de várias cidades do Estado de São Paulo e alguns profissionais da área de presídios (escolta e Intervenção em rebelião), além de Integrantes da Marinha e Aeronáutica.

{bimg:25473:alt=interna1:bimg}