Adolescentes causam danos em patrimônio de escola

Atendendo solicitação feita via 199 à guarnição formada pelos guardas municipais Maffei e Odair se deslocou até a EMEF “Professor Luiz Tácito Virginio dos Santos” onde três adolescentes (13, 14 e 15 anos) danificaram a porta de uma sala de aula com socos e chutes que chegaram a arrancar a referida porta.

Os agentes municipais solicitaram à presença dos responsáveis legais por esses adolescentes sendo que um dos responsáveis não foi localizado. Como determina o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) o garoto de 14 anos foi representado por uma Conselheira Tutelar.

Diante dos fatos as partes foram acompanhadas até a 2ª Central de Polícia Judiciária onde foram apresentados à autoridade policial civil e o fato foi registrado em Boletim de Ocorrência (BO) de natureza ato infracional/dano qualificado para que fossem tomadas as demais providencias